Geral

Modelo americana é considerada plus size com 61 quilos: ‘eu ri’

A americana Madeline Hill, de 19 anos, pesava 61quilos aos 17, com Índice de Massa Corpora (IMC) normal, quando um agente lhe recomendou procurar trabalhos como plus size. Ela ficou chocada e decidiu desistir das dietas rígidas. Hoje, saltou para o manequim 8/10 (42/44 no Brasil) e realmente trabalha como modelo plus size. Os dados […]

Arquivo Publicado em 07/02/2014, às 15h54

None
957924326.jpg

A americana Madeline Hill, de 19 anos, pesava 61quilos aos 17, com Índice de Massa Corpora (IMC) normal, quando um agente lhe recomendou procurar trabalhos como plus size. Ela ficou chocada e decidiu desistir das dietas rígidas. Hoje, saltou para o manequim 8/10 (42/44 no Brasil) e realmente trabalha como modelo plus size. Os dados são do jornal Daily Mail.

Aos 15 anos, ela pesava 54,5 quilos e trabalhava como modelo de alta-costura em Tóquio, no Japão. Mesmo assim, foi considerada “grande” por sua agência, que sugeriu que emagrecesse. Mantinha uma dieta de ovos cozidos e iogurte natural.

Quando voltou aos Estados Unidos, aos 17 anos, desistiu dos maus hábitos alimentares e passou a ter 61 quilos, com IMC de 18,8 (normal é entre 18,5 e 24,99) e manequim 6 (40 no Brasil). Um agente disse que tinha “bom rosto e aparência”, mas não era exatamente o tamanho que estava procurando em uma new face, sugerindo que buscasse o ramo plus size.

“Eu ri. Parcialmente pela pura estranheza da situação. Mas principalmente por causa do absurdo. Como poderia ser uma modelo plus size? Claro, minha bunda era maior do que a média das modelos de alta-costura, mas isso realmente não importa, não é?”.

Dessa vez, abandonou a dieta baseada em frutas, verduras e proteínas, como tofu. Hoje, faz trabalhos plus size. “Estava relutante no início. Mas foi a primeira vez na minha carreira de modelo que eu não me preocupei em caber em um vestido ou em tonificar minhas coxas”, contou. Ela gostaria que a indústria da moda promovesse uma imagem corporal saudável.

Jornal Midiamax