Geral

Mochi fala em seis partidos que podem compor vice de Nelsinho, incluindo PSDB

O presidente regional do PMDB, deputado estadual Junior Mochi, contabiliza seis partidos que podem ser vice do pré-candidato ao governo do Estado, Nelsinho Trad (PMDB). O dirigente incluiu na lista o PSDB que ainda está em fase de conversação. Na lista de Mochi consta o PR, PDT, PTdoB, PSD, DEM e PSDB. No entanto, algumas […]

Arquivo Publicado em 28/01/2014, às 14h41

None
1099082449.jpg

O presidente regional do PMDB, deputado estadual Junior Mochi, contabiliza seis partidos que podem ser vice do pré-candidato ao governo do Estado, Nelsinho Trad (PMDB). O dirigente incluiu na lista o PSDB que ainda está em fase de conversação.

Na lista de Mochi consta o PR, PDT, PTdoB, PSD, DEM e PSDB. No entanto, algumas lideranças desses partidos divergem da opinião do peemedebista. O secretário do Estado de Obras, Edson Giroto (PR), é apontado para ser vice do senador Delcídio do Amaral (PT) que também disputará a sucessão estadual por ser um bom nome.

O PDT enfrenta uma divergência dentro do partido. O vereador Paulo Pedra defende aliança com Delcídio, já Dagoberto Nogueira quer fechar com Nelsinho e o presidente regional do partido, João Leite Schimidt diz acreditar que a candidatura própria seria a melhor escolha.

O DEM é outro partido que já tem uma pré-definição para a disputa eleitoral este ano. O partido já fechou com o PSDB, independente da aliança que os tucanos decidirem.  Já o PSDB ainda não decidiu qual lado tomar, mas não aceita ser vice de Nelsinho.

Para Mochi, a escolha do vice depende da definição dos aliados e apesar de ser uma vaga, ele  diz acreditar que dará para satisfazer a todos com outros cargos e espaço dentro da administração. “Vai depender dos aliados. Ainda tem a primeira suplência, a chapa proporcional e espaço político-administrativo”, afirmou o dirigente.

Jornal Midiamax