Geral

‘Ministro da Cidades não veio, mas recursos sim’, afirma prefeito

O Ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, não veio a Campo Grande nesta quarta-feira (11), como estava previsto. Magalhães Occhi deveria vir a Capital Morena cumprir uma agenda que estava reservada para a presidente Dilma Rousseff (PT). Ele também iria mais dois PACs (Programa de Aceleração do Crescimento). Contudo, apesar do cancelamento da viagem, o […]

Arquivo Publicado em 11/06/2014, às 20h14

None

O Ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, não veio a Campo Grande nesta quarta-feira (11), como estava previsto. Magalhães Occhi deveria vir a Capital Morena cumprir uma agenda que estava reservada para a presidente Dilma Rousseff (PT). Ele também iria mais dois PACs (Programa de Aceleração do Crescimento).

Contudo, apesar do cancelamento da viagem, o prefeito Gilmar Olarte (PP), afirmou que os recursos estão garantidos. “O ministro das Cidades não veio devido a outro compromisso. O momento que o Brasil está passando, de muitas obras, deve ter impedido que ele cumprisse a agenda. Mas isso não interferiu em nada a liberação dos recursos”, contou.

Campo Grande deve receber da União R$ 491 milhões, sendo que R$ 311 milhões somente para asfalto. “O restante é do PAC Mobilidade Urbana”, finalizou o prefeito.

Jornal Midiamax