Geral

Milhares de católicos lotam igrejas no domingo que marca o início da Semana Santa

Fé, devoção e amor. Em clima de oração e penitência, os católicos iniciam neste domingo (13), a Semana Santa que introduz os cristãos diretamente no mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo. Em Campo Grande milhares de católicos lotaram as igrejas para celebrar a Missa de Ramos e trazer folhas de palmeira para serem […]

Arquivo Publicado em 13/04/2014, às 14h30

None
1807229492.jpg

Fé, devoção e amor. Em clima de oração e penitência, os católicos iniciam neste domingo (13), a Semana Santa que introduz os cristãos diretamente no mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo. Em Campo Grande milhares de católicos lotaram as igrejas para celebrar a Missa de Ramos e trazer folhas de palmeira para serem abençoadas pelo padre.


O Domingo de Ramos será marcado por procissões e Celebrações Eucarísticas após a missa em diversos pontos da cidade. A Missa de Ramos lembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém onde ele foi aclamado como Rei.


Na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro os fiéis levaram folhas de palmeiras para serem abençoadas pelo padre durante a missa. Para a vendedora Tânia Ferreira Rabelo, de 39 anos, essa é a primeira vez que vem participar da missa. “Eu vim porque estava precisando de oração e também vim agradecer a Deus pelas bênçãos”, explica.


A vendedora contou que como não tinha folha de palmeira trouxe um ramo de cidreira para ser abençoado. “Eu trouxe um raminho de cidreira para o padre abençoar porque não tinha palmeira mesmo, assim fica tudo abençoado até o chá que eu fizer”, relata.


De acordo com o auxiliar de informática, Willyan Takashi, de 22 anos, faz uns cinco anos que ele participa da missa de Ramos para preservar a tradição. “Venho todos os anos e hoje trouxe meu raminho para ser abençoado e levar para casa”, diz.


O padre explicou durante a missa que essa é a principal semana para os católicos. O construtor Antenor Marques de Azevedo, 57 anos, ressaltou a explicação do pároco e disse que a missa é o início da celebração da Semana Santa. “Eu e minha esposa participamos de todas as reuniões da igreja, mas a de hoje é para a preparação da quaresma”, explana.


O construtor explicou que o dia é para muita reflexão para os católicos porque marca o início da caminhada de Jesus no Calvário. ”É um dia para pararmos e refletirmos o sacrifício da cruz no Calvário”, diz Azevedo.


Depois da última missa das 18h30 terá a procissão que sairá do santuário até a Praça Cabeça do Boi, no bairro Amambaí. Os fiéis da paróquia Nossa Senhora Aparecida também serão esperados.


A Semana Santa é marcada por importantes momentos considerados fortes na vida da igreja. Na quinta-feira Santa, começa o Tríduo Pascoal (três dias que antecedem o Domingo de Páscoa) com a Caminhada da Fé, saindo da paróquia. A Missa de Lava Pés será realizada às 19 horas. A Vigília e a Adoração iniciam às 21h e vai até às 23h, e retorna na Sexta-Feira Santa, a partir das 7. A Celebração da Paixão de Cristo será às 15h e às 19 horas será encenada a Via Sacra no entorno da igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.


Domingo de Ramos


Domingo de Ramos é uma festa móvel cristã celebrada no domingo antes da Páscoa. A festa comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, um evento da vida de Jesus mencionado nos quatro evangelhos.


Em muitas denominações cristãs, o Domingo de Ramos é conhecido pela distribuição de folhas de palmeiras para os fiéis reunidos na igreja. Em lugares onde é difícil consegui-las por causa do clima, ramos de diversas árvores são utilizados.

Jornal Midiamax