Geral

Mercados da Capital apostam na variedade e têm mais de 200 tipos de ovos de Páscoa

Quem for comprar ovo de chocolate nesta Páscoa terá a sua disposição mais de 200 itens a escolher apenas nos supermercados. Somando as opções de Atacadão, Carrefour, Comper, Extra, Fort, Walmart e Americanas são 227 opções entre marcas, tipos de ovos e tamanhos. Apenas em relação à pesagem, a variação vai de um ovo pequenino […]

Arquivo Publicado em 15/04/2014, às 11h00

None
2116853623.jpg

Quem for comprar ovo de chocolate nesta Páscoa terá a sua disposição mais de 200 itens a escolher apenas nos supermercados. Somando as opções de Atacadão, Carrefour, Comper, Extra, Fort, Walmart e Americanas são 227 opções entre marcas, tipos de ovos e tamanhos.

Apenas em relação à pesagem, a variação vai de um ovo pequenino com 50 gramas a um de 750 gramas. Neste caso os valores podem ir de R$ 5,49 a R$ 74,90, conforme pesquisa realizada pelo Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), divulgada na penúltima segunda-feira (31/3).

Já em relação às marcas são  dez nas prateleiras, algumas são exclusivas de determinado estabelecimento. Outras são encontradas em praticamente todos os supermercados, como Nestlé, Garoto, Lacta e Kinder Ovo. Já Montevergine e Top Cau são encontrados apenas nas Lojas Americanas.

Têm opções também só para as crianças. No caso delas, a escolha complica ainda mais. Com mais de 100 tipos de ovos direcionados para a garotada, agradar se torna uma tarefa difícil. Têm ovos que vem relógio acoplado a uma luva, com avião de brinquedo, com mini pets, com massinha de modelar, com fone de ouvido, com bola de futebol, com porta-joias. Ovos em formato de bolo da copa, ovos em formato de troféu da copa, ovos dentro de mochila, ovos com maleta de princesa.

E ainda têm as barras de chocolate e as caixas de bombom. Contudo, apesar de serem bem mais baratas que os ovos de páscoa, não agradam tanto. Conforme pesquisa da Federação do Comércio do Estado (Fecomércio/MS), em parceria com a Universidade Anhanguera-Uniderp e Fundação Manoel de Barros, a preferência do consumidor ainda é por ovos de chocolate.

Tatiana de Souza, de 33 anos, do lar, conta que vai comprar o ovo, porque bombom tem todo dia. “Criança prefere ovo”, diz.

Já o marido, Cássio Pegorari, de 35 anos, comerciante, diz que os ovos já serão o presente que os filhos pediram. De Ponta Porã, ele conta que os dois filhos pediram uma lembrança da viagem “Viemos a trabalho e os dois pediram que voltássemos com presentes. A escolha foi os ovos”, diz.

Já o vovô Araê Boock, de 66 anos, aposentado, antecipou as compras e já levou para todos os netos. “Comprei ovos para os netos. Para aproveitar as promoções optei também por barras de chocolate”, conta.

Valéria Viana, de 39 anos, autônoma, conta que apesar de a barra ser mais barata, vai comprar ovos senão as crianças reclamam. “A Páscoa é uma vez só ao ano e vou levar os ovos. Elas preferem nem que seja pequeno”, justifica.

O estudo da Fecomércio revela que 53%, dos dois mil entrevistados das cidades de Aparecida do Taboado, Aquidauana, Anastácio, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Ladário, Naviraí, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas preferem ovos a barras ou bombons.

Mas há quem prefere as barras de chocolate. A policial civil Samira Silva é uma delas. “Prefiro barras de chocolate, acho o preço do ovo extorsivo”, revela.

Quem também opta pelas barras é Carlos Henrique Wilhelms, o jornalista ainda brinca com o valor dos ovos: Eu preferia receber em barras de chocolate o valor do ovo, diz.

As caixas de bombom serão a escolha de apenas 22% e, as barras de chocolate, serão de 12%. Já os ovos caseiros serão opção de 8% dos entrevistados.

Quem não se antecipou, ainda pode aproveitar as promoções que já começaram. No supermercado Comper, por exemplo, na compra dois ovos ganha uma caixa de bombom, e na compra de três ovos leva um quarto, n.15, Clássico, de graça.

Jornal Midiamax