Geral

Menino picado por cobra continua internado na pediatria do Hospital Regional; estado é estável

O menino de 9 anos que foi parar no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Regional de Campo Grande depois que o médico do posto confundiu picada de cobra com ferroada de inseto continua internado no setor pediátrico. De acordo com a mãe, Rosania Marques, o filho está bem melhor com a perna desinchando […]

Arquivo Publicado em 07/03/2014, às 15h19

None

O menino de 9 anos que foi parar no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Regional de Campo Grande depois que o médico do posto confundiu picada de cobra com ferroada de inseto continua internado no setor pediátrico.

De acordo com a mãe, Rosania Marques, o filho está bem melhor com a perna desinchando e apenas no local ainda o inchaço permanece. “Ele está bem melhor graças a Deus o médico disse que talvez ela faça uma pequena punção para desinchar o pé”, diz.

A mãe disse que mesmo com o quadro dele estável os médicos não deram nenhuma previsão de alta. “Por enquanto ele vai continuar internado até a total recuperação.

O caso

O menino de 9 anos pescava com colegas e quando voltava para casa foi picado por um bicho. Ele achou que poderia ter sido um marimbondo, mas à noite o garoto não dormiu por sentir muitas dores no pé e então a mãe resolveu levá-lo ao posto de saúde para consulta.

No UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro o médico que o atendeu confundiu a picada de cobra com ferroada de inseto e a criança foi parar no CTI.

Jornal Midiamax