Geral

Membros da ‘Família Santos’, que vendia livro de R$ 8 por R$ 800, são liberados após fiança

Estelionatários que foram presos após vender livros a preços exorbitantes em Campo Grande já foram soltos. De acordo com o delegado da 5ª Delegacia de Polícia Civil, Jairo Carlos Mendes, os integrantes da quadrilha foram liberados após o pagamento de fiança arbitrada pelo juiz. Cerca de 25 vítimas já procuraram a polícia. Foram presos no […]

Arquivo Publicado em 11/08/2014, às 21h32

None

Estelionatários que foram presos após vender livros a preços exorbitantes em Campo Grande já foram soltos.

De acordo com o delegado da 5ª Delegacia de Polícia Civil, Jairo Carlos Mendes, os integrantes da quadrilha foram liberados após o pagamento de fiança arbitrada pelo juiz. Cerca de 25 vítimas já procuraram a polícia.


Foram presos no dia 30 de julho, Mário Diego Santos Bezerra, de 26 anos, Waltson José dos Santos, de 21 anos, Denílson Santos Fontes, de 26 anos, Alessandro Costa dos Santos, de 25 anos, Ana Carolina da Silva Santos, de 21 anos, José Paulo da Silva Santos, de 25 anos, Diogo da Silva Santos, de 29 anos, além de Edivaldo Santos Costa, de 30 anos, apontado como chefe da quadrilha. Apesar de todos terem ‘Santos’ no sobrenome, apenas dois informaram que são irmãos.


Golpe


A quadrilha cria uma situação que persuade a vítima a cair no golpe. Com isso, a vítima adquire um livro com até dez mil por cento maior que o valor real. O exemplar de R$ 8 é repassado a R$ 800. Após denúncias, a polícia iniciou uma operação para deter os envolvidos na venda de livros.


O grupo utilizava uniforme, crachá e chegou a abrir uma empresa no início deste ano na Junta Comercial do Estado de Sergipe.

Jornal Midiamax