Geral

Médico urologista é baleado dentro de consultório no centro de São Paulo

O médico urologista Anuar Ibrahim Mitre, de 65 anos, foi baleado com três tiros dentro de seu consultório, na tarde desta segunda-feira (15), em São Paulo. O acusado de ter cometido o crime, ex-médico do trabalho Daniel Edmans Forti, efetuou os disparos e se matou em seguida, de acordo com a polícia. A clínica da […]

Arquivo Publicado em 16/09/2014, às 15h13

None

O médico urologista Anuar Ibrahim Mitre, de 65 anos, foi baleado com três tiros dentro de seu consultório, na tarde desta segunda-feira (15), em São Paulo. O acusado de ter cometido o crime, ex-médico do trabalho Daniel Edmans Forti, efetuou os disparos e se matou em seguida, de acordo com a polícia. A clínica da vítima fica na frente do Hospital Sírio-Libanês, onde ele faz parte do corpo clínico.

Mitre foi submetido a uma cirurgia no Sírio-Libanês, onde é integrante do Conselho Consultivo do Instituto e Pesquisa. Os médicos não confirmam o estado de saúde de Mitre, mas funcionários afirmam que o estado de saúde dele é estável.

A secretária do médico, que trabalha com ele há 22 anos e não quis ser identificada, foi ouvida pela Polícia Civil, ela informou que o suspeito tratava com a vítima havia cinco anos, mas não tinha consulta prevista para ontem. Ela relatou que quando Forti chegou ao prédio ela autorizou a subida e prometeu um encaixe em meio às consultas previstas.

No consultório, Forti não esperou ser anunciado. Entrou na sala de Mitre, xingou o urologista e atirou diversas vezes. Mitre foi atingido na cabeça, no braço e nas costas e, segundo a secretária, estava consciente quando foi socorrido. “Ele está bem, é o que importa. Está fora de perigo e sem sequelas. Ele nasceu de novo, não foi a hora dele”, afirmou. A testemunha contou a polícia que correu para pedir auxílio, logo após ver a cena.

Jornal Midiamax