Geral

Médica identifica WhatsAppitis, dor no dedão ligada ao excesso de WhatsApp

Uma médica espanhola descreveu na publicação médica “The Lancet” desta semana o primeiro caso do que chamou de WhatsAppitis – dor na região do pulso e tendinite no dedão. O problema identificado no final de 2013, concluiu a médica espanhola Inés Fernandez-Guerrero, foi causado pelo uso intenso do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp. A […]

Arquivo Publicado em 27/03/2014, às 13h44

None

Uma médica espanhola descreveu na publicação médica “The Lancet” desta semana o primeiro caso do que chamou de WhatsAppitis – dor na região do pulso e tendinite no dedão. O problema identificado no final de 2013, concluiu a médica espanhola Inés Fernandez-Guerrero, foi causado pelo uso intenso do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp.

A paciente de 34 anos também é médica e estava grávida de 27 semanas quando sentiu a dor no pulso, dias depois do Natal. Ela não tinha histórico de traumas nem havia feito exercícios físicos naquela semana. Mas, como estava de plantão na noite de Natal, passou o dia seguinte respondendo às mensagens de boas festas que havia recebido via WhatsApp.

Segundo o relato médico, a mulher passou cerca de seis horas digitando em seu celular, que tem 130 gramas (mesmo peso do iPhone 5c e do Moto X, por exemplo). “Durante esse tempo, ela fez movimentos contínuos com os dois dedões para enviar as mensagens”, descreveu a médica.

O diagnóstico foi tendinite no dedão. O tratamento consistiu na ingestão de anti-inflamatório e abstinência completa do telefone para enviar mensagens. O relato diz, no entanto, que a paciente trocou textos na noite do Ano Novo.

O texto não informa se a paciente melhorou, mas alerta que a tenossinovite (inflamação da bolsa sinuvial que contorna o tendão, especialmente dos dedos) causada pelo uso de telefones celulares pode ser um problema em ascensão.

Há alguns anos, com a popularização do Blackberry, muitos adeptos do pequeno teclado do aparelho começaram a descrever uma dor no dedão (o problema foi apelidado de Blackberry thumb). Recentemente, no Gigablog, descrevemos esse mesmo incômodo causado pelo uso excessivo do Instagram (que chamamos de painstagram).

Jornal Midiamax