Geral

Mau tempo fecha aeroporto de Brasília e desvia voos para GO e MG

O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, foi fechado durante cerca de uma hora e meia na tarde desta quarta-feira (1º) devido ao mau tempo. Segundo a Inframerica, concessionária que administra o terminal, pousos e decolagens foram suspensos às 14h26. Os sistema foi normalizado às 15h53. Uma leitora fez o registro de um tornado nas […]

Arquivo Publicado em 01/10/2014, às 19h21

None
1086875061.jpg

O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, foi fechado durante cerca de uma hora e meia na tarde desta quarta-feira (1º) devido ao mau tempo. Segundo a Inframerica, concessionária que administra o terminal, pousos e decolagens foram suspensos às 14h26. Os sistema foi normalizado às 15h53. Uma leitora fez o registro de um tornado nas proximidades do terminal e enviou um vídeo pelo VC no G1. Segundo ela, o evento fez um avião arremeter

Segundo a meteorologista Márcia Seabra, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é a primeira vez que um tornado é registrado e confirmado no DF. O fenônemo foi considerado de pequena proporção e aparentemente não ofereceu risco por ter acontecido em uma área descampada.

Segundo Márcia, o tornado registrado na capital é semelhante aos de grandes proporções que causam prejuízos nos Estados Unidos e na Ásia. “É o mesmo tipo de evento, mas existem categorias. Esse do vídeo é um dos mais leves, de categoria 0 ou 1. A escala vai até o número 5”, afirma.

A meteorologista afirma que a nuvem que aparece acima do turbilhão é do tipo “supercélula”, a mais intensa entre as que causam tempestades. “Esse tipo de nuvem favorece a formação de tornados, e explica a ocorrência neste caso”.

De acordo com a Inframerica, durante o período em que ficou o aeroporto ficou fechado,sete voos haviam sido desviados para Goiânia e dois para Confins, em Minas Gerais. A companhia não informou de onde vinham as aeronaves. Outros inco voos atrasaram, mas não houve cancelamento, diz a concessionária.

Segundo a Inframerica, o terminal funcionou por instrumentos durante oito minutos, até o fechamento completo do terminal.

A empresa afirmou que as rajadas de vento atingiram a velocidade de 100 km por hora na área do aeroporto. Não houve registro de transtornos nos píers Norte e Sul; a área central foi afetada, e a concessionária está avaliando os danos; a chuva afetou o piso do setor de desembarque, mas a “situação foi controlada rapidamente com reforço de equipe para limpeza e retirada da água”, diz a Inframerica.

Queda de estrutura

Uma parte da cobertura do estacionamento do aeroporto caiu sobre carros devido às chuvas e ao vento forte. A estrutura é feita de ferro e lona e se localiza no espaço mais próximo às áreas de embarque e desembarque.

A Inframerica disse que até a publicação desta reportagem ainda não havia avaliado quantos veículos foram atingidos e danificados, mas disse que vai ressarcir todos os proprietários que forem prejudicados.



Jornal Midiamax