Geral

Márcio Monteiro ignora resolução e insiste em possível aliança com PT em MS

O presidente regional do PSDB, deputado estadual Márcio Monteiro, não descartou fechar aliança com PT no Estado, mesmo com a resolução definida pelo partido nesta semana. O tucano afirmou que já esperava por esta determinação e que não muda as conversações até o momento. “O importante é garantir palanque para o Aécio aqui no Estado”, […]

Arquivo Publicado em 13/02/2014, às 11h21

None
1073324744.jpg

O presidente regional do PSDB, deputado estadual Márcio Monteiro, não descartou fechar aliança com PT no Estado, mesmo com a resolução definida pelo partido nesta semana. O tucano afirmou que já esperava por esta determinação e que não muda as conversações até o momento.

“O importante é garantir palanque para o Aécio aqui no Estado”, afirmou Monteiro. Tanto o PT quanto o PSDB terão candidatos à presidência da República. O PT vai lutar pela reeleição da presidente Dilma Rousseff, enquanto os tucanos tentarão derrotar com a candidatura do senador Aécio Neves.

Conforme o art. 1º da resolução, “o lançamento de candidaturas e a celebração de coligações para as eleições majoritárias e proporcionais nos Estados deve garantir a difusão da doutrina e princípios partidários, refletir a imagem da sua unidade nacional e resguardar o interesse partidário tendo em vista a sua candidatura a Presidente da República”.

Outro tucano que não se importou muito com a resolução foi o deputado federal Reinaldo Azambuja. O parlamentar é outro defensor da aliança com PT. Para Azambuja, a decisão da nacional “não muda em nada”.

O deputado federal disse que se o Diretório Estadual decidir por coligar com o PT, será uma aliança de exceção e, assim, terá o aval da nacional.

Jornal Midiamax