Geral

Máquina tomba sobre operador em pedreira e bombeiros levam uma hora para retirá-lo

Uma pá carregadeira tombou sobre um funcionário na tarde desta sexta-feira (14) na pedreira São Luiz, localizada no rodoanel da BR-262, em Campo Grande. Por sorte Genivaldo de Souza, não foi atingido em cheio e não sofreu ferimentos graves. O Corpo de Bombeiros levou aproximadamente uma hora para retirar o trabalhador debaixo do equipamento. Genivaldo, […]

Arquivo Publicado em 14/02/2014, às 20h56

None
1954051137.jpg

Uma pá carregadeira tombou sobre um funcionário na tarde desta sexta-feira (14) na pedreira São Luiz, localizada no rodoanel da BR-262, em Campo Grande. Por sorte Genivaldo de Souza, não foi atingido em cheio e não sofreu ferimentos graves.

O Corpo de Bombeiros levou aproximadamente uma hora para retirar o trabalhador debaixo do equipamento. Genivaldo, que sofreu fratura em uma das pernas, teve suspeita de fratura no quadril e foi levado para atendimento médico na Santa Casa.

O funcionário operava uma pá carregadeira, momento em que a pá entortou e caiu por cima de Genivaldo. Foi necessário a utilização de duas pás carregadeiras, uma retroescavadeira e um desencarcerador para a retirada do funcionário. Inicialmente os bombeiros levantaram a pá para depois cortá-la.

Os bombeiros acreditam que uma falha mecânica pode ter ocasionado o acidente. Funcionários da empresa que confirmaram o peso da pá, não conseguiram retirar o operador de máquinas,debaixo da pá e por isso acionaram o socorro.

O encarregado geral da pedreira, Ademir Macena, informou que há Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) na empresa, mas que mesmo assim, não é possível prever este tipo de acidente “Ainda bem que aconteceu nada mais grave”, pontuou.

Caso fatal na pedreira

O motorista de caminhão Átila Nunes Ferreira, de 39 anos, morreu afogado em um lago da pedreira em julho do ano passado. A vítima conduzia um caminhão caçamba, momento em que perdeu o controle do veículo numa curva que fica em uma decida e depois no lago. O corpo de Átila foi encontrado somente horas depois após o acidente.

Jornal Midiamax