Geral

Manchester City pode tirar Messi do Barcelona pelo valor de “dois Neymar”

O Manchester City se prepara para fazer uma proposta milionária ao Barcelona pelo craque Lionel Messi. Segundo o jornal espanhol El Confidencial, o time inglês do bilionário xeque Mansour bin Zayed Al Nayhan irá desembolsar 200 milhões de euros (R$ 637 milhões) pelo jogador. O valor, que corresponde ao dobro do que o Barcelona pagou […]

Arquivo Publicado em 06/03/2014, às 15h46

None

O Manchester City se prepara para fazer uma proposta milionária ao Barcelona pelo craque Lionel Messi. Segundo o jornal espanhol El Confidencial, o time inglês do bilionário xeque Mansour bin Zayed Al Nayhan irá desembolsar 200 milhões de euros (R$ 637 milhões) pelo jogador. O valor, que corresponde ao dobro do que o Barcelona pagou por Neymar, é o que pede o clube catalão como multa rescisória do argentino.


Além disso, o City deverá oferecer um contrato de 25 milhões de euros (R$ 79,6 milhões) anuais a Messi. De acordo com a publicação espanhola, tanto o atleta quanto seu estafe já sabem da proposta.


Caso o acordo seja concretizado, o Barcelona conseguirá reorganizar suas finanças após a confusão na compra de Neymar. Somando os valores pagos ao Santos e ao jogador com os 13,5 milhões de euros (18,6 milhões de dólares) em impostos que o clube pagou às autoridades espanholas ao ser indiciado por crime de fraude fiscal, o clube catalão gastou 99,7 milhões de euros (R$ 320 milhões) com Neymar, metade do que o City estaria oferecendo.


Esta, porém, não é a primeira vez que a venda de Messi é especulada na imprensa europeia. Em janeiro deste ano, o jornal francês L’Équipe divulgou que o PSG teria iniciado negociação com o pai do argentino para tirá-lo do Barcelona, mas não foram divulgados valores e a venda não se concretizou.


No entanto, segundo o El Confidencial, Messi não vive boa fase com seus companheiros de Barcelona. O argentino estaria sendo cobrado por maior dedicação e mais espírito de grupo pelos outros jogadores, que reclamam de um Messi “apático e distante”.


“Ele, que já foi o melhor jogador do mundo no ano passado, não está feliz. Os problemas com a fazenda e o atrito no vestiário fazem com que ele pense em novas soluções. Uma delas poderia ser aceitar uma mudança de ares”, sugere o jornal.

Jornal Midiamax