Geral

Mais de 2 mil já tomaram a segunda dose da vacina contra HPV em MS

No primeiro mês de vacinação contra o HPV (Papiloma Vírus Humano), 2,3 mil meninas de Mato Grosso do Sul já tomaram a segunda dose da vacina, o que garante a proteção contra o vírus até que recebam a dose de reforço, em cinco anos. O número representa 3,6% do público-alvo do Estado, formado por 63,6 […]

Arquivo Publicado em 03/10/2014, às 21h08

None

No primeiro mês de vacinação contra o HPV (Papiloma Vírus Humano), 2,3 mil meninas de Mato Grosso do Sul já tomaram a segunda dose da vacina, o que garante a proteção contra o vírus até que recebam a dose de reforço, em cinco anos.

O número representa 3,6% do público-alvo do Estado, formado por 63,6 mil meninas de 11 a 13 anos. No Brasil, 914 mil meninas já tomaram a segunda dose, atingindo 18,4% do público-alvo, formado por 4,9 milhões de meninas de 11 a 13 anos. A vacinação da segunda dose começou no dia 1º de setembro e se manterá no calendário nacional de vacinação do SUS (Sistema Único de Saúde).

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, reforça a importância da segunda dose para a proteção contra o HPV e, consequentemente, contra o câncer do colo do útero – terceiro tumor mais frequente na população feminina e terceira causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. “A primeira dose sozinha não protege contra o vírus”, alerta o ministro.

A vacina contra HPV está disponível nas mais de 36 mil salas de vacinação espalhadas pelo país. Cada adolescente deverá tomar três doses para completar a proteção: a segunda, seis meses depois da primeira e a terceira, de reforço, cinco anos após a primeira dose. Neste ano, são vacinadas as adolescentes do primeiro grupo, de 11 a 13 anos. Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para as adolescentes de nove a 11 anos e, em 2016, as meninas de nove anos.

Desde 10 de março, quando a imunização passou a ser ofertada gratuitamente no SUS, 4,5 milhões de meninas receberam a primeira dose, o que representa 92,6% do público-alvo. Em MS, foram vacinadas 68,6 mil meninas, alcançando cobertura vacinal de 107,8% na primeira dose.

O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. Estimativas da Organização Mundial da Saúde indicam que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras da doença, sendo 32% infectadas pelos tipos 16 e 18. Em relação ao câncer de colo do útero, estudos apontam que 270 mil mulheres, no mundo, morrem devido à doença. Neste ano, o Instituto Nacional do Câncer estima o surgimento de 15 mil novos casos.

Jornal Midiamax