Geral

Mãe mata filha de 14 anos, deixa outra de 8 gravemente ferida e se mata em MS

A mulher deixou um bilhete para o pai das meninas, que estava trabalhando no momento do crime, e disse que 'agora ele estaria livre dela e das filhas'.

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 14h34

None
1380369734.jpg

A mulher deixou um bilhete para o pai das meninas, que estava trabalhando no momento do crime, e disse que ‘agora ele estaria livre dela e das filhas’.

Luzia Marques de Souza Cavalcante, 38 anos, matou uma filha e feriu a outra na madrugada desta terça-feira (10) em Paranaíba, a 413 quilômetros de Campo Grande. As vítimas têm 14 e oito anos de idade e a mulher se matou após ferir as crianças.

Sara de Souza Cavalcante, de 14 anos foi atingida no pescoço pela mãe com um facão e ainda ajudou a irmã a pedir socorro para vizinhos, mas não resistiu ao ferimento e morreu antes da chegada dos Bombeiros. A filha mais nova foi socorrida e continua internada em estado grave.

Luzia se enforcou com o cabo elétrico do secador de cabelo. Ela morava na casa com as duas filhas e o marido, que estava trabalhando no momento do crime. A Polícia Militar foi acionada e no local encontrou vizinhos dizendo que a adolescente estava ferida e sangrando muito.

A adolescente já estava no chão, com forte sangramento no local do corte causado pelo facão e também com um fio elétrico de ferro de passar enrolado no pescoço. O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas, quando chegou, ela já estava morta.

Na casa da família, os policiais encontraram Luzia Marques enforcada e amarrado a uma janela. Ela deixou uma carta para o marido antes de morrer, orientando sobre o que o homem deveria fazer com a moto do casal e sobre o pagamento de algumas despesas, dizendo que ‘agora ele estaria livre dela e das filhas’.

A polícia ainda investiga o caso e aguarda o parecer da perícia.

Jornal Midiamax