Geral

Mãe de menino abusado por colegas em escola municipal da Capital sofre ameaça

A mãe do menino de 10 anos que teria sido estuprado por três colegas na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad está sofrendo ameaças por uma das mães dos envolvidos no abuso. Segundo informações, uma das responsáveis pelos jovens acusados estaria ameaçando a mãe da vítima Na manhã desta sexta-feira (11) ela compareceu ao Conselho Tutelar […]

Arquivo Publicado em 11/04/2014, às 14h59

None

A mãe do menino de 10 anos que teria sido estuprado por três colegas na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad está sofrendo ameaças por uma das mães dos envolvidos no abuso.

Segundo informações, uma das responsáveis pelos jovens acusados
estaria ameaçando a mãe da vítima Na manhã desta sexta-feira (11) ela
compareceu ao Conselho Tutelar  e prestou
depoimento na Delegacia Especializada na Infância e Juventude (Deij).

A criança já conversou com uma psicóloga e vai receber acompanhamento profissional. O menino é o filho do meio de três irmãos, o mais
velho, com 15 anos, é cadeirante e o mais novo de 5 anos. Pessoas próximas da família dizem que todos estão assustados com a repercussão do caso.  

Uma testemunha, que tem dois filhos na escola, falou que a
expectativa para a resolução da situação é grande e disse que na próxima segunda-feira
(14), por volta das 7h, os pais não enviaram os filhos para realizar um
protesto em frente do colégio.

Jornal Midiamax