Geral

Livre: homem que matou ex e passou a manhã postando no Facebook apaga confissão

Roberto Dantas da Rocha confessou pelo Facebook que matou com uma facada a ex-namorada, acadêmica de direito em Mato Grosso do Sul, nesta madrugada de quinta-feira (13). Mesmo postando, ele continua solto e apagou a confissão, revoltando usuários das redes sociais.

Arquivo Publicado em 13/02/2014, às 18h05

None
1282784286.jpg

Roberto Dantas da Rocha confessou pelo Facebook que matou com uma facada a ex-namorada, acadêmica de direito em Mato Grosso do Sul, nesta madrugada de quinta-feira (13). Mesmo postando, ele continua solto e apagou a confissão, revoltando usuários das redes sociais.

Após confessar na rede social Facebook, ter assassinado ex-namorada Jociely Pinheiro, 22 anos, Roberto Dantas da Rocha apagou a postagem que continha a confissão na tarde desta quarta-feira (12). Minutos após, ele também retirou a página do ar. O crime aconteceu em Três Lagoas a 338 km de Campo Grande. Durante a madrugda, Roberto invadiu o apartamento de Jociely e a esfaqueou no pescoço.

A jovem gritou por ajuda para seu namorado, Luciano Gomes da Silva, que estava em outro quarto. Até agora, Roberto está foragido e a Polícia Civil ouve testemunhas sobre o caso.


Após cometer o crime, Roberto escreveu uma confissão na sua página pessoal:


” Me perdoa todos…o que eu fiz nao justifica….mas ela dizia q nao tinha ninguem…e eu cheguei ela estava com outro…me desculpa…eu larguei de minha familia por causa dessa guria…e desde de entap ela brinca comigo…me perdoa…parentes e amigos…nao qro q nin guem va me visitar…a partir de hj…qro ser esquecido ou sei la o q?”


A postagem foi curtida e até compartilhada por vários conhecidos que reprovaram e até mesmo duvidaram a princípio da ação cometida. Já no começo da tarde, Roberto comentou a própria postagem com outra mensagem em que diz que irá se entregar e conta que encontrou a ex-namorada com o atual namorado dela, e diz que por isso, ‘não resistiu è emoção’.


“Vocês podem falar o que qserem…já fiz a burrada e sei que sou culpado…mas ame uma pessoa ao extremo e ela te diz que não esta com ni guem… ai vc chega cheio de carinho… e escuta o ruído de outra peessoa na cama com a tal… me julgar pode… agora se ponha em meu lugar… eu vou me entregar e se qserem fazer o q qser comigo… tudo bem…valeu… não sou um montro… so não resisti a emoção…eu perguntei a varias pessoas em torno dela se estava com alguém…ninguem respondeu…interpretei como quis” (sic)


Além disso, ele ainda respondeu um dos comentários sobre perdão, com a frase “Nem eu perdoaria”.


De acordo com o site Rádio Caçula, Roberto trabalhava como vigia na Câmara Municipal de Naviraí. A jovem naviraiense também trabalhava na Câmara do município e veio para Três Lagoas para gerenciar uma loja de telefonia da tia, ela estava havia oito meses na cidade e era acadêmica de direito da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.


Matéria editada às 15h21 para acréscimo de informações.

Jornal Midiamax