Geral

Líderes de facções criminosas do MA são transferidos para presídio de Campo Grande

A Penitenciária Federal de Campo Grande recebeu nesta quarta-feira (12) mais sete presos do complexo penitenciário de Pedrinhas, situado em São Luís, Maranhão. De acordo com informações do próprio presídio da Capital de Mato Grosso do Sul, os internos chegaram por volta das 13 horas no aeroporto da cidade e se encontram na triagem da […]

Arquivo Publicado em 12/02/2014, às 20h05

None
1812231998.jpg

A Penitenciária Federal de Campo Grande recebeu nesta quarta-feira (12) mais sete presos do complexo penitenciário de Pedrinhas, situado em São Luís, Maranhão. De acordo com informações do próprio presídio da Capital de Mato Grosso do Sul, os internos chegaram por volta das 13 horas no aeroporto da cidade e se encontram na triagem da penitenciária.

Esta é a segunda remessa de presos do Maranhão que Campo Grande recebe em menos de um mês. No dia 20 de janeiro deste ano, nove líderes de facções criminosas que também estavam no presídio de Pedrinhas chegaram à penitenciária federal da capital sul-mato-grossense.

Os nomes dos detentos transferidos nesta quarta-feira já foram divulgados pela polícia. São eles:

Edmilson Viana Ribeiro Júnior (Presídio São Luís II); Marcos André Silva Viera (Presídio São Luís II); Jimmi Cleiton Alves Siqueira (Presídio São Luís II); Luís Fernando Cruz Rabelo (Centro de Detenção Provisória); Alberto de Carvalho Neto (Centro de Detenção Provisória); Gihelington de Jesus Santos Silva (Centro de Detenção Provisória); William de Oliveira Costa (Centro de Detenção Provisória).

Oito presos seriam transferidos, mas de última hora o preso Leanderson Nonato dos Santos, que estava custodiado na Casa de Albergue do Monte Castelo, não embarcou no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís. O motivo de o preso não ter embarcado ainda não foi informado.

A administração da penitenciária federal de Campo Grande ainda informou que não há previsão para que o presídio receba mais presos vindos de outros Estados.

Jornal Midiamax