Geral

Lançada hoje, campanha tem foco na prevenção à violência contra mulheres e crianças

Prevenção é o foco da campanha “Quem Ama Abraça – Fazendo Escola”, lançada na manhã desta terça-feira (15), inicialmente em 81 escolas de Campo Grande. Para a idealizadora do projeto e autoridades ligadas ao setor, o importante é ensinar a população a denunciar. A coordenadora da campanha, Schuma Schumaher, diz que tem havido naturalização da […]

Arquivo Publicado em 15/04/2014, às 15h40

None
1916652938.jpg


Prevenção é o foco da campanha “Quem Ama Abraça – Fazendo Escola”, lançada na manhã desta terça-feira (15), inicialmente em 81 escolas de Campo Grande. Para a idealizadora do projeto e autoridades ligadas ao setor, o importante é ensinar a população a denunciar.


A coordenadora da campanha, Schuma Schumaher, diz que tem havido naturalização da violência contra mulheres e crianças, o que não deve acontecer. “Quando pessoa vê notícia desse tipo, tem que se sensibilizar, sentir até uma urticária. A campanha é para as pessoas se incomodarem com este tipo de fato e fazerem alguma coisa”, analisa. 

Para Schuma, é preciso que as crianças e jovens cresçam sabendo que a violência contra elas é algo ruim e, assim, aprendam a denunciar estes casos.

A secretária nacional de Enfrentamento à Violência da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Aparecida Gonçalves, também reforça o caráter preventivo da campanha, bem como o público-alvo ser formado por crianças e adolescentes.

Segundo ela, participarão da campanha 81 escolas estaduais de Campo Grande, mas há intenção de ampliar o projeto a todo o estado. Aparecida ainda frisa a importância de haver mais delegacias da mulher em âmbito nacional. “O país tem menos de 600 delegacias da mulher”.

A campanha, além de visar a prevenção, também foca na denúncia em casos de violência. A subsecretária da Mulher e da Promoção da Cidadania de Mato Grosso do Sul, Tai Loschi, diz que a campanha é importante para que a vítima saiba onde pedir ajuda. Ela alerta também para a necessidade da mulher de efetuar denúncia imediata “Tem que ligar sim no 180 desde a primeira discussão”, orienta.


Durante o lançamento da campanha “Quem Ama Abraça” na manhã desta terça-feira (15), membros da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República falaram a respeito da importância da denúncia em casos de violência por parte de mulheres e crianças.


Jornal Midiamax