Geral

Ladrões violentos em motocicleta “apavoram” moradores da região sul de Campo Grande

As vítimas foram abordadas no ponto de ônibus, quando esperavam o transporte coletivo urbano, no início desta manhã; A Polícia Civil não descarta que, o veículo usado no crime pode ser fruto de outro roubo

Arquivo Publicado em 21/03/2014, às 11h25

None

As vítimas foram abordadas no ponto de ônibus, quando esperavam o transporte coletivo urbano, no início desta manhã; A Polícia Civil não descarta que, o veículo usado no crime pode ser fruto de outro roubo

A Polícia Civil acredita que pelo menos três assaltos foram cometidos pela mesma dupla de motociclistas, que “apavoraram” moradores da região sul de Campo Grande, durante a manhã de hoje. As vítimas relataram que os criminosos foram violentos e usavam uma motocicleta da marca Yamaha, ocupada por dois homens, sendo o garupa , armado com revólver. 

O primeiro registro ocorreu às 4h50, na Rua Cacaiz, no Jardim Botafogo. A diarista Rosemeire Souza Martins, de 48 anos, estava em um ponto de ônibus, quando foi abordada pelos motociclistas. De acordo com a vítima, os ladrões chegaram a dar uma gravata e um chute na perna dela, na tentativa de levar a bolsa, que continha documentos, celular e chaves da residência. 
Uma hora mais tarde, os motociclista voltaram a agir. Eles abordaram um casal no ponto de ônibus na Rua Arquiteto Vila Artigas, no bairro Aero Rancho. Adelmar Ferreira Guimarães, de 66 anos, acompanhava a esposa Luzia Souza Guimarães, de 57 anos, até ao local de espera do transporte coletivo urbano. 
Conforme informações do casal, Luzia iria até a área central pagar algumas contas. Durante a espera, os ladrões ao se aproximarem, sacaram a arma de fogo e anunciaram o assalto. Adelmar tentou defender a esposa, quando foi agredido com um soco, que o derrubou. Os criminosos levaram a bolsa da vítima, que tinha documentos e o valor de R$ 120. 
Por volta das 6h10, a dupla voltou a agir em outro ponto de ônibus na Rua Treze de Novembro, no Jardim Morenão. Maria Aparecida Miguel Ferreira, 58 anos, estava a espera do ônibus, quando foi abordada pelos criminosos que apontaram a arma para o rosto da vítima. 
Eles arrancaram a bolsa do ombro da mulher, violentamente, e fugiram em seguida. Maria Aparecida começou a gritar por socorro e foi ajudada pelo genro, que mora a a uma quadra do local do assalto.
Quando registrava o boletim de ocorrência na manhã de hoje, ela foi avisada que os documentos dela foi localizado a pelo menos 700 metros do local onde teve o assalto. 
Os casos foram registrados como roubo majorado pelo concurso de pessoas e pelo emprego de arma, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga.
MOTOCICLETA ROUBADA 
A Polícia Civil não descarta que os criminosos tenham usado uma motocicleta roubada para fazer os assaltos. Por volta das 18h50, Juselei da Cunha Nunes, de 29 anos, teve a Yamaha Fazer YS250, de cor vinho, placas NRG-7106, de Campo Grande (MS), levada em um assalto. 
A vítima relatou que seguia pela Avenida Marechal Deodoro, no bairro Aero Rancho, quando foi abordada por um homem armado com revólver, em frente ao Terminal Aero Rancho. Ele mandou a motociclista descer do veículo e entregar o capacete. 
Juselei lembra que o criminoso já estava com outro capacete de cor rosa. Após subir na moto, ele seguiu para a o centro de Campo Grande.Ele foi descrito como sendo negro, de 1,80 metros de altura e estava com um boné.
Jornal Midiamax