Geral

‘Justiceiros’ espancam e amarram assaltante pelas mãos e pelos pés no interior de MS

Antônio Mendes de Sá, de 38 anos, conhecido como “Maninho”, foi espancado e amarrado pelos pés e pelas mãos por várias pessoas, até a chegada da Polícia Militar. O caso aconteceu no município de Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande.De acordo com a polícia, o homem foi pego em flagrante roubando uma casa na […]

Arquivo Publicado em 16/02/2014, às 16h22

None
54287516.jpg

Antônio Mendes de Sá, de 38 anos, conhecido como “Maninho”, foi espancado e amarrado pelos pés e pelas mãos por várias pessoas, até a chegada da Polícia Militar. O caso aconteceu no município de Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande.
De acordo com a polícia, o homem foi pego em flagrante roubando uma casa na Rua Paraná esquina com a Rua Ponta Porã, no município.

Vários moradores começaram a perseguir o homem, que foi detido e espancado. Ele teve os pés e as mãos amarrados por uma corda e foi deixado deitado na rua até a chegada da polícia.

Antônio foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia. O homem já havia sido condenado por furtar um carro na cidade. (Com informações Sidrolândia News)

Repercussão nacional

O ladrão agredido que teve as mãos e os pés a amarrados em Sidrolândia repercute outros episódios nacionais. Um homem foi amarrado a um poste por moradores de Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina, nesta quinta-feira (13). Segundo a Polícia Militar do município, o fato aconteceu por volta das 14 horas no bairro Cordeiros. Como não conseguiu fugir e estava desarmado, o suspeito foi detido por populares e recebeu socos e pontapés até sangrar.

Outro caso de grande repercussão foi o de um jovem negro de 15 anos, que foi espancado e preso nu a um poste no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro, por um grupo intitulado “Justiceiros do Flamengo”. O fato aconteceu no último dia 31 de janeiro e o adolescente foi preso a um poste por uma trava de bicicleta.

Jornal Midiamax