Geral

Julgamento sobre suposta compra de votos por prefeito e vice do interior de MS é adiado

Foi adiado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul o julgamento do prefeito de Bonito (MS) Leonel Lemos de Souza Brito, o Leleco, e de seu vice Josmail Rodrigues, que estava marcado para ontem (10). O TRE-MS informou que ainda não há previsão de nova data para julgamento. Os dois são acusados de compra […]

Arquivo Publicado em 11/02/2014, às 16h35

None
99321532.JPG

Foi adiado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul o julgamento do prefeito de Bonito (MS) Leonel Lemos de Souza Brito, o Leleco, e de seu vice Josmail Rodrigues, que estava marcado para ontem (10).

O TRE-MS informou que ainda não há previsão de nova data para julgamento. Os dois são acusados de compra de votos pela Coligação “A Força do Povo” (PSDB, PSD, PDT, PP e PSC).

A coligação acusa-os de haver dinheiro para a compra no interior do veículo da esposa do prefeito; de transportar eleitores no dia da eleição e de compra de votos efetuada por Roque Alves de Lima, pai de Luísa Aparecida Cavalheiro de Lima, ex candidata a vice-prefeita de Bonito, na chapa do representado Leonel, sendo substituída pelo representado Josmail Rodrigues.

Jornal Midiamax