Geral

Jovem indiana é estrangulada pelos pais por se casar sem aprovação

Uma jovem de 26 anos foi estrangulada pelos pais, que se opunham ao casamento da filha com um jovem de outra casta no Estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia, informaram nesta segunda-feira fontes policiais. O assassinato da jovem aconteceu ontem na cidade de Guntur, depois que os progenitores da recém-casada convencessem ao casal […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 15h04

None

Uma jovem de 26 anos foi estrangulada pelos pais, que se opunham ao casamento da filha com um jovem de outra casta no Estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia, informaram nesta segunda-feira fontes policiais.

O assassinato da jovem aconteceu ontem na cidade de Guntur, depois que os progenitores da recém-casada convencessem ao casal que tinham aceitado o casamento e que desejavam realizar uns rituais para completar a união.

Segundo afirmou uma fonte policial que preferiu manter o anonimato à agência local PTI, o casal – que eram companheiros em uma empresa de tecnologia informática – se tinha casado na sexta-feira na capital regional, Hyderabad, e, quando chegaram à cidade no sábado, a jovem se instalou com seus pais e o menino em um hotel.

“Kiran Kumar – o recém-casado – tentou falar com sua mulher – P. Deepthi – pelo celular no domingo de manhã, mas como não teve resposta, alertou a polícia, que arrombou a porta da casa e encontrou a jovem morta sobre a cama”, explicou o agente.

Os pais, que fugiram da cidade após o assassinato, foram detidos hoje em uma cidade próxima, disse à PTI o superintendente da polícia local, Gopinath Jatti, que afirmou que “os dois confessaram o crime”.

Na Índia, sobretudo em zonas rurais, são frequentes os casamentos arranjados e, quando os filhos querem escolher um par, os pais costumam vetar candidatos de religiões ou castas diferentes.

Se os filhos optam por não atender à decisão de seus pais, o crime de honra se manifesta como o caso mais extremo da tentativa, por alguma das duas famílias, de recuperar a dignidade perdida.

Jornal Midiamax