Geral

Jovem assassinada a facadas em Bataguassu foi ameaçada pelo ex-namorado

O ex-namorado da adolescente Jaqueline Oliveira da Silva, de 17 anos, morta a facadas na tarde deste domingo (23), em Bataguassu, já respondia a duas queixas policiais registradas contra ele pela vítima, sendo uma por ameaça e outra por incendiar o carro do atual namorado da garota. Na noite da última sexta-feira , o suspeito […]

Arquivo Publicado em 25/02/2014, às 12h40

None
302780312.jpg

O ex-namorado da adolescente Jaqueline Oliveira da Silva, de 17 anos, morta a facadas na tarde deste domingo (23), em Bataguassu, já respondia a duas queixas policiais registradas contra ele pela vítima, sendo uma por ameaça e outra por incendiar o carro do atual namorado da garota.

Na noite da última sexta-feira , o suspeito teria ido até a residência de Jaqueline com a intenção de reatar o namoro, porém como ela não aceitou, ele começou a ofendê-la e ameaçá-la dizendo que pretendia vender sua motocicleta e com o dinheiro iria comprar uma arma e matá-la e o seu atual namorado.

Movido por ciúmes, o ex-namorado da jovem teria ainda, na madrugada de domingo, comprado gasolina em um posto de combustíveis e ateado fogo no carro do rapaz que atualmente namorava  a moça, um GM Vectra que ficou danificado. O suspeito, identificado como Jorge Luís Xavier de Oliveira, de 21 anos, continua sendo procurado pelas autoridades policiais. Informações sobre o seu paradeiro podem ser repassadas à polícia pelo 190.

O caso

Na tarde deste domingo (23), uma adolescente de 17 anos, identificada como Jaqueline Oliveira da Silva, foi encontrada morta em um terreno baldio localizado na saída para Campo Grande, na cidade de Bataguassu.

O corpo foi encontrado por volta das 17  horas com diversas perfurações provocadas por golpes de faca, porém, a hora exata em que o crime ocorreu ainda deverá ser apurada pelas autoridades competentes. O Núcleo de Perícias de Nova Andradina foi acionado para atender à ocorrência.

Após os levantamentos necessários, o corpo da adolescente foi removido por uma funerária e a ocorrência encaminhada para a Delegacia de Polícia de Bataguassu.

Jornal Midiamax