Geral

Jovem acusado de disputar racha que causou morte na Duque de Caxias será julgado dia 10

Será realizado no dia 10 de março, o julgamento de Ryan Douglas Wehner Vieira, 21 anos, acusado de disputar racha com Marcus Vinícius Henrique de Abreu, 22 anos na avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, no dia 31 de março do ano passado. O racha terminou com um acidente que matou Marcus Vinícius. O […]

Arquivo Publicado em 26/02/2014, às 17h00

None

Será realizado no dia 10 de março, o julgamento de Ryan Douglas Wehner Vieira, 21 anos, acusado de disputar racha com Marcus Vinícius Henrique de Abreu, 22 anos na avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, no dia 31 de março do ano passado. O racha terminou com um acidente que matou Marcus Vinícius. O júri estava marcado para setembro do ano passado, mas foi cancelado após a defesa de Ryan entrar com um recurso no Tribunal de Justiça.


Ryan foi denunciado pelos crimes de homicídio doloso, com emprego de meio que possa resultar perigo comum e pelo crime de participar, na direção de veículo automotor, em via pública, de corrida, disputa ou competição automobilística não autorizada pela autoridade competente, desde que resulte dano potencial à incolumidade pública ou privada.


Acidente – Ryan, que dirigia um Citroën C3 e outro colega que estava como passageiro, negam que estivessem em uma disputa de carros. Além de ter sido constato que ele tinha consumido bebida alcoólica, testemunhas disseram que o C3 e o Polo dirigido por Marcus estavam em um racha e por isso a acusação sustenta a tese de homicídio doloso. Ele foi preso em flagrante no dia do acidente, em março deste ano. O Polo colidiu contra poste próximo ao mercado Atacadão deixando a namorada de Marcus, Letícia Souza Santos hospitalizada.


Passeio com policial – Em novembro do ano passado, Ryan foi flagrado ‘passeando’ em uma viatura policial junto com um investigador lotado na mesma delegacia em que ele estava custodiado. Os dois estavam no bairro Aero Rancho, ameaçando pessoas exibindo uma arma de fogo. Rayan, acusado de disputar o racha com morte, era quem estava na direção da viatura.

Jornal Midiamax