Geral

Jornalistas da Globo protestam contra poeira de obra em redação

O plantão no Jornalismo da Globo em São Paulo no último sábado quase terminou em motim. Os jornalistas foram surpreendidos por uma poeira espessa da obra de reforma de parte da redação, onde estão sendo montadas as novas bancadas do Jornal Hoje e Jornal da Globo. A poeira impregnou roupas, peles e cabelos dos jornalistas, […]

Arquivo Publicado em 19/03/2014, às 15h59

None

O plantão no Jornalismo da Globo em São Paulo no último sábado quase terminou em motim. Os jornalistas foram surpreendidos por uma poeira espessa da obra de reforma de parte da redação, onde estão sendo montadas as novas bancadas do Jornal Hoje e Jornal da Globo.


A poeira impregnou roupas, peles e cabelos dos jornalistas, que chamaram a segurança do trabalho e exigiram máscaras cirúrgicas para trabalhar. A maior redação de telejornalismo do país quase parou.


Na segunda-feira, a área em que está sendo feita a reforma amanheceu isolada por plásticos. O lugar ficou tão feio que a Globo teve de migrar a apresentação dos dois telejornais para um estúdio. As imagens de redação e jornalistas trabalhando que aparecem atrás dos apresentadores do Hoje e do Jornal da Globo são projeções.


O trecho da redação em obras foi apelidado de puxadinho. Com a proteção de plásticos a poeira acabou, mas o barulho persiste, o que vem sendo assunto de e-mails, SMS e alguns protestos dos jornalistas.

Jornal Midiamax