Geral

Jerson desacredita na aliança PSDB e PT e diz que André com Delcídio é ‘boa opção’

O presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), disse hoje que não acredita em uma aliança entre o PSDB e o PT, já acertada oficialmente entre os dois partidos em Mato Grosso do Sul. E vai além: diz que nunca houve interrupção na histórica ligação entre PMDB e o PSDB no Estado. Domingos acompanha o […]

Arquivo Publicado em 19/03/2014, às 14h14

None
763596730.jpg

O presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), disse hoje que não acredita em uma aliança entre o PSDB e o PT, já acertada oficialmente entre os dois partidos em Mato Grosso do Sul. E vai além: diz que nunca houve interrupção na histórica ligação entre PMDB e o PSDB no Estado.

Domingos acompanha o governador do Estado, André Puccinelli, em encontro dos governadores do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul), em Campo Grande. Ele acredita que o chefe do Executivo deva confirmar sua candidatura ao Senado este ano.

Jerson diz desacreditar na aliança entre PSDB e PT por entender que há incompatibilidade entre as duas legendas. Na visão dele, os tucanos e os peemedebistas nunca interromperam sua histórica aliança em Mato Grosso do Sul.

Enquanto Puccinelli faz mistério sobre seu futuro político, Domingos vê como “boa opção” o governador disputar uma vaga no Senado compondo a chapa do petista Delcídio Amaral. Além de representar bem o Estado, diz o deputado, Puccinelli iria fortalecer a base de apoio à presidente Dilma Rousseff no Congresso Nacional.

Jornal Midiamax