Geral

Itália adverte turistas sobre risco de protestos durante a Copa

Um documento do Ministério das Relações Exteriores da Itália, colocado à disposição dos turistas do país que planejam visitar o Brasil durante a Copa do Mundo, chama a atenção dos viajantes para os “riscos de segurança associados” ao evento, incluindo a possibilidade de protestos nas grandes cidades. O documento traz dicas de segurança de praxe, […]

Arquivo Publicado em 09/06/2014, às 16h01

None

Um documento do Ministério das Relações Exteriores da Itália, colocado à disposição dos turistas do país que planejam visitar o Brasil durante a Copa do Mundo, chama a atenção dos viajantes para os “riscos de segurança associados” ao evento, incluindo a possibilidade de protestos nas grandes cidades.


O documento traz dicas de segurança de praxe, como “não reagir em caso de assalto”, além de dar informações sobre a legislação do Brasil em relação a trânsito, turismo sexual etc. Também faz observações sobre a situação da infra-estrutura do país.


“Estrutura de saúde pública fraca. Aconselhamos que, antes de viajar, assegure um plano de saúde que preveja, além da cobertura de despesas médicas também a eventual transferência do doente por avião para a Itália ou outro país.” Ou: “As estradas do país não se encontram em boas condições. É muito perigoso viajar de carro.”


Do ponto de vista da segurança, o documento diz: “O Brasil é conhecido por sua hospitalidade, e o entusiasmo e alegria do seu povo. Apesar disso, é preciso muita atenção e cuidado por causa da alta taxa de criminalidade.”


Em relação aos protestos, o texto faz uma análise dos protestos que ocorrearam em 2013 e observa: “Existe uma preocupação generalizada de que a visibilidade proporcionada pelo Mundial pode desencadear a recorrência de tais incidentes, privilegiando os estádios em que haverá os jogos da Copa do Mundo ou as áreas de maior concentração de pessoas, tais como as áreas turísticas ou aqueles mais frequentados por moradores”.

Jornal Midiamax