Geral

Invicto, Bayern vence Hertha e é campeão alemão pela 24ª vez

Com sete rodadas de antecipação e sem, por enquanto, perder um jogo sequer, o Bayern de Munique garantiu, nesta terça-feira, seu 24° título alemão da história. A equipe enfrentou o Hertha Berlim fora de casa e conseguiu o resultado para acabar com a esperança do vice-líder Borussia Dortmund: venceu por 3 a 1, com gols […]

Arquivo Publicado em 25/03/2014, às 21h25

None
1885969618.jpg

Com sete rodadas de antecipação e sem, por enquanto, perder um jogo sequer, o Bayern de Munique garantiu, nesta terça-feira, seu 24° título alemão da história. A equipe enfrentou o Hertha Berlim fora de casa e conseguiu o resultado para acabar com a esperança do vice-líder Borussia Dortmund: venceu por 3 a 1, com gols de Kroos, Gotze e Ribery.

Desta forma, o Bayern de Munique chega aos 77 pontos ganhos, com desempenho que faz com que seja inalcançável na primeira colocação. O Hertha Berlim, por sua vez, fica com 36 pontos, na nona posição.

Além disso, a equipe bávara alcançou a 26ª vitória nesta temporada – ficando a três da melhor marca no torneio -, sendo a 19ª consecutiva. Para tornar o desempenho ainda mais impressionante, já são 52 jogos de invencibilidade na competição. A próxima partida está marcada para sábado, na Allianz Arena, contra o Hoffenheim.

O êxito diante do Hertha Berlim veio com gols de Toni Kroos, logo aos 5min do primeiro tempo, e Mario Götze, aos 13min. O time da casa tentou estragar a festa ao ameaçar uma reação aos 20min do segundo tempo, quando o colombiano Adrián Ramos descontou de pênalti. Coube ao francês Franck Ribéry fechar o placar, 11 minutos depois.

Esta é a primeira conquista na tentativa de repetir a Tríplice Coroa da temporada passada. Já campeão alemão, o Bayern está nas semifinais da Copa da Alemanha, em que pegará o Kaiserslautern. Além disso, o time segue vivo nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, em que duelará com o Manchester United.

A equipe bávara ainda conquistou o Mundial de Clubes ao derrotar na decisão o Raja Casablanca, algoz do Atlético Mineiro nas semifinais.

Com informações da Efe

Jornal Midiamax