Geral

Inquérito apura troca de motores originais de viaturas por adulterados

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul converteu o procedimento preparatório em inquérito civil para apurar eventual irregularidade na troca de motores originais das viaturas oficiais por motores adulterados no âmbito da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública). A informação consta no Diário Oficial do Ministério Público da próxima quinta-feira (6), que já […]

Arquivo Publicado em 02/03/2014, às 11h00

None

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul converteu o procedimento preparatório em inquérito civil para apurar eventual irregularidade na troca de motores originais das viaturas oficiais por motores adulterados no âmbito da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública). A informação consta no Diário Oficial do Ministério Público da próxima quinta-feira (6), que já está disponível na internet.

A conversão em inquérito civil significa que o promotor de Justiça substituto Pedro de Oliveira Magalhães, da 29ª Promotoria de Justiça da Comarca de Campo Grande, encontrou fortes indícios de irregularidades. Essa é a principal diferença entre o inquérito civil e o procedimento preparatório, que é instaurado quando as informações ainda são superficiais, ou seja, existem notícias de irregularidades, mas os fatos ou a sua autoria não estão claros.

Tanto no procedimento preparatório quanto no inquérito civil, o Ministério Público pode ouvir pessoas, requisitar documentos e realizar perícias, entre outras atividades, para verificar a veracidade da notícia.

Jornal Midiamax