Geral

Indústria abriu 3.409 vagas em MS nos primeiros quatro meses do ano

O setor industrial de Mato Grosso do Sul abriu 3.409 vagas de janeiro a abril de 2014. De acordo com o levantamento do Radar Industrial da Fiems, as cidades com saldo positivo de pelo menos 150 vagas destacam-se: Nova Andradina (+632), Campo Grande (+411), Angélica (+631), Rio Brilhante (+245), Aparecida do Taboado (+232), Fátima do […]

Arquivo Publicado em 03/06/2014, às 13h17

None
235753626.jpg

O setor industrial de Mato Grosso do Sul abriu 3.409 vagas de janeiro a abril de 2014. De acordo com o levantamento do Radar Industrial da Fiems, as cidades com saldo positivo de pelo menos 150 vagas destacam-se: Nova Andradina (+632), Campo Grande (+411), Angélica (+631), Rio Brilhante (+245), Aparecida do Taboado (+232), Fátima do Sul (+193), Maracaju (+178) e Vicentina (+159).


Em 28 municípios as atividades registraram saldos negativos de contratação no período indicado, com fechamento de 2.231 vagas, com destaques para três Lagoas (-1.603) e Iguatemi (-227).


Ainda conforme o radar Industrial, no período 111 atividades industriais apresentaram saldo positivos de contratação, com abertura de 4.184 vagas. Entre as atividades industriais com saldos positivos de pelo menos 100 vagas destacaram-se a fabricação de açúcar em bruto (+819), fabricação de álcool (+574), construção de rodovias e ferrovias (+321), abates de suínos, aves e outros pequenos animais (+236), fabricação de celulose e outras pastas para a fabricação de papel (+198), construção de edifícios (+139), fabricação de artefatos para pesca e esporte (+130) e fabricação de artefatos têxteis para uso doméstico (+118).


Por outro lado, no mesmo período, 96 atividades industriais apresentaram saldos negativos em Mato Grosso do Sul, proporcionando o fechamento de 3.006 vagas. Entre as atividades industriais com saldos negativos de pelo menos 100 vagas destacaram-se obras de engenharia civil não especificada anteriormente (-1.416), obras para geração e distribuição de energia elétrica e para telecomunicações (-207) e montagem de instalações industriais e de estruturas metálicas (-140).

Jornal Midiamax