Geral

Índios Guarani Kaiowa dizem estar sofrendo ataques de pistoleiros em acampamento de MS

Os índios Guarani Kaiowa utilizaram a página do conselho Aty Guasu para denunciar ataques de pistoleiros em um acampamento Pyelito Kue Iguatemi, a 466 km de Campo Grande. De acordo com postagens feitas na página do conselho, os ataques teriam acontecido nos dias 4 e 1º deste mês. Na primeira postagem, no sábado (1º), os […]

Arquivo Publicado em 05/03/2014, às 20h09

None

Os índios Guarani Kaiowa utilizaram a página do conselho Aty Guasu para denunciar ataques de pistoleiros em um acampamento Pyelito Kue Iguatemi, a 466 km de Campo Grande. De acordo com postagens feitas na página do conselho, os ataques teriam acontecido nos dias 4 e 1º deste mês.


Na primeira postagem, no sábado (1º), os indígenas afirmam que cinco pistoleiros teriam atacado a comunidade. “Chegaram 5 motoqueiros fortemente armados e atiraram mais de 50 tiros sobre a comunidade. Esses motoqueiros estão rodando nosso acampamento. Se policia não desarmar os pistoleiros, nos mesmos vamos desarmar esses pistoleiros das fazendas. Nos não vamos ter medo de tiros”.


Na segundo, da terça-feira (4), as lideranças dizem que barracas do Guarani Kaiowa foram totalmente perfuradas pelas balas dos pistoleiros.  “Aqui os pistoleiros estão nos atacando e atirando sobre as barracas. Estamos correndo em diversas direções com as crianças e idosos. Não sabemos se há feridos, muitos choros e gritaria no meio dos tiros”.

Jornal Midiamax