Incêndio em terreno baldio perto de hospitais destrói vegetação em Campo Grande

Um incêndio em um terreno baldio no cruzamento das Ruas Eduardo Machado Metelo e Indiara, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, destruiu a vegetação de mais de um quarteirão. O incêndio começou por volta da 14h50 deste domingo (3) e era possível ver a fumaça a quilômetros de distância. Nas proximidades do terreno há […]
| 03/08/2014
- 22:47
Incêndio em terreno baldio perto de hospitais destrói vegetação em Campo Grande

Um incêndio em um terreno baldio no cruzamento das Ruas Eduardo Machado Metelo e Indiara, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, destruiu a vegetação de mais de um quarteirão. O incêndio começou por volta da 14h50 deste domingo (3) e era possível ver a fumaça a quilômetros de distância.

Nas proximidades do terreno há dois hospitais e um condomínio e a fumaça acabou atrapalhando a visibilidade nas ruas próximas. Segundo funcionários do Hospital Santa Marina, o Corpo de Bombeiros foi acionado, mas em virtude da demora dos militares para chegar ao local, eles mesmos tentaram controlar o incêndio. Com uma mangueira do hospital, o funcionário do setor de manutenção Leandro da Silva Eufrásio, de 29 anos, tentou conter as chamas.

Por conta do vento forte, o incêndio se espalhou rapidamente e a fumaça foi na direção de um dos hospitais. O incêndio atraiu a atenção de moradores e pessoas que passavam pelo local. Leitores do Midiamax também enviaram fotos ao jornal.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a área atingida vai da Rua Raul Pires Barbosa até os altos da Avenida Afonso Pena. Havia vários focos e três militares com abafadores e mangueiras controlaram o incêndio. Há suspeitas de que o fogo possa ter sido provocado.

Na Rua Doutor Zerbine, há um ponto com vários armários e lixo, onde pode ter sido o local onde atearam fogo e deu início ao incêndio.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo Whatsapp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Últimas notícias