Geral

Idosos se manifestam em Caracas em apoio ao governo de Maduro

Com uma concentração de idosos em apoio ao governo do presidente Nicolás Maduro, prosseguem neste domingo em Caracas as manifestações chavistas, em meio aos chamados dos opositores para a manutenção dos protestos contra o Executivo venezuelano. Dezenas de integrantes do programa governamental de apoio aos idosos denominado “En Amor Mayor” se concentraram neste domingo na […]

Arquivo Publicado em 24/02/2014, às 00h08

None

Com uma concentração de idosos em apoio ao governo do presidente Nicolás Maduro, prosseguem neste domingo em Caracas as manifestações chavistas, em meio aos chamados dos opositores para a manutenção dos protestos contra o Executivo venezuelano.

Dezenas de integrantes do programa governamental de apoio aos idosos denominado “En Amor Mayor” se concentraram neste domingo na praça Bolívar, em Caracas, para marchar até a sede do palácio presidencial, situado a apenas três quadras de distância, onde serão recebidos por Maduro.

A atividade foi anunciada pelo governante em uma manifestação de mulheres, também em apoio a sua gestão, na qual disse que “os movimentos de velhinhos e velhinhas somam contra o Fascismo”.

As manifestações e episódios de violência se repetem diariamente na Venezuela desde 12 de fevereiro, dia em que os distúrbios terminaram com três mortos. Esse número aumentou para 10 no sábado, com a morte de uma jovem que foi atingida dias antes por balas de chumbo no rosto e um motorista que morreu degolado por um cabo colocado em uma barricada montada para impedir o trânsito de veículos e pessoas.

Tanto do Governo como da oposição se multiplicaram as chamadas para que as manifestações transcorram sem violência, que além dos 10 mortos deixou dezenas de feridos e detidos.

Jornal Midiamax