Geral

Idoso que estuprou enteada de 9 anos em MS tem liberdade negada pelo juiz

Idoso de 80 anos, morador da cidade de Itaquiraí (402 quilômetros de Campo Grande), condenado há 12 anos por estuprar a enteada de 9 anos, em janeiro do ano passado, teve o pedido de liberdade negado pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Durante a madrugada do dia 11 […]

Arquivo Publicado em 05/06/2014, às 20h29

None
910129063.jpg

Idoso de 80 anos, morador da cidade de Itaquiraí (402 quilômetros de Campo Grande), condenado há 12 anos por estuprar a enteada de 9 anos, em janeiro do ano passado, teve o pedido de liberdade negado pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Durante a madrugada do dia 11 de janeiro o homem de 80 anos teve conjunção carnal e praticou o ato libidinoso com a enteada na casa onde morava no Assentamento Santo Antônio, zona rural da cidade.

Ele convivia com a mãe da vítima há 10 anos e na noite do crime, a família já estava dormindo. A mãe da vítima disse na época à polícia, que estava em um colchão ao lado, quando acordou e avistou o padrasto pelado praticando sexo com a criança.

Neste momento o idoso saiu correndo com as calças na mão, foi para outro quarto e fingiu que estava dormindo. Consta nos autos que ele ainda a ameaçava de morte, caso contasse a sua mãe.

Para o relator da apelação, desembargador Luiz Gonzaga Mendes Marques, o pedido de absolvição não merece provimento porque os autos mostram provas suficientes para comprovar tanto a materialidade quanto a autoria do fato delituoso.

Jornal Midiamax