Geral

Homens presentearão mais que mulheres no Dia dos Namorados

Sondagem realizada pela Fecomércio-SP  (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), mostra que os homens comprarão mais presentes que as mulheres neste Dia dos Namorados. Segundo o levantamento, 75,2% dos homens vão dar presentes aos seus pares, enquanto 60,8% das mulheres comprarão algo para os parceiros. De acordo com a Fecomércio-SP, […]

Arquivo Publicado em 12/06/2014, às 01h33

None

Sondagem realizada pelaFecomércio-SP  (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), mostra que os homens comprarão mais presentes que as mulheres neste Dia dos Namorados. Segundo o levantamento, 75,2% dos homens vão dar presentes aos seus pares, enquanto 60,8% das mulheres comprarão algo para os parceiros.

De acordo com a Fecomércio-SP, 68,7% dos entrevistados vão comprar presentes. O valor médio de cada presente ficará em R$ 65, de acordo com a sondagem, mas a maioria dos consumidores pretende gastar mais de R$ 70 nas compras. Do total, 52,1% disseram que não esperariam passar a data para aproveitar uma promoção.

Artigos de vestuário, calçados e acessórios são preferência de 33,5% dos entrevistados para a compra e também são os itens mais desejados para 31,8% daqueles que serão presenteados. A forma de pagamento utilizada para a data comemorativa – importante para o comércio, ficando atrás somente do Natal e do Dia das Mães – deve ser à vista (cheque, dinheiro ou débito) para dois terços dos paulistanos, seguido pelo cartão de crédito.

O levantamento revelou também que 70,4% dos entrevistados costumam pesquisar antes de decidir qual presente comprar. Deste montante, a maioria (34,9%) costuma visitar até três estabelecimentos antes de se decidirem. O costume de comprar o presente na véspera da data será mantido por 42,9% dos entrevistados, enquanto para 44%, o presente foi comprado com uma semana de antecedência.

Entre os que não pretendem presentear, 29,5% não o farão por estarem endividados ou sem dinheiro e 40,5% porque não têm costume de presentear em datas comemorativas. Quando questionados se prefeririam quitar uma dívida em vez de presentear o companheiro, 70,8% dos paulistanos optariam por zerar suas contas antes de fazer novas.

Jornal Midiamax