Geral

Homem exagera na bebida, entra na casa errada ao sair do carnaval e paga flexões na delegacia

O carnaval não terminou como William Rodrigo dos Santos, de 22 anos, esperava. Ele participou do Carnaval Popular na Avenida Fernando Corrêa da Costa e exagerou na bebida, entrou na casa errada e foi preso por invasão de domicílio. Na delegacia, “para não ficar parado”, resolveu fazer flexões. Mesmo bastante embriagado, ele montou em sua […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 11h45

None
1498244471.jpg

O carnaval não terminou como William Rodrigo dos Santos, de 22 anos, esperava. Ele participou do Carnaval Popular na Avenida Fernando Corrêa da Costa e exagerou na bebida, entrou na casa errada e foi preso por invasão de domicílio. Na delegacia, “para não ficar parado”, resolveu fazer flexões.

Mesmo bastante embriagado, ele montou em sua moto para ir para casa por volta das 3 horas da manhã desta quarta-feira (4). No entanto, pegou o rumo totalmente contrário. Ele, que mora na Vila Popular, saída para Aquidauana, pegou o sentido do bairro Guanandi, saída para Sidrolândia.

Ao chegar em frente de uma residência, que ele achou igual a sua, estacionou a moto e entrou tranquilamente, quando foi surpreendido pela proprietária no quintal. Pensando tratar-se de um ladrão, ela acionou a Polícia Militar, que encontrou William ainda na varanda da casa e segundo os policiais, preparando-se para tomar banho.

Conduzido para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga, ele surpreendeu os policiais de plantão ao fazer flexões, segundo ele para movimentar os músculos.

Segundo Willliam, que é repositor de alimentos em uma conveniência, ele virou para o lado errado quando saiu do carnaval e acabou chegando no endereço errado. “A casa é igualzinha a minha. Não tive dúvidas e entrei. Eu já estava procurando o banheiro pra tomar banho quando a polícia chegou. Errei o endereço mesmo”, afirmou ainda visivelmente sob efeito do álcool.

Já refeito do efeito da bebida, William assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência- TCO e posteriormente será convocado pra voltar à delegacia para se explicar, pois o seu caso foi considerado como invasão de domicílio.

Jornal Midiamax