Geral

‘Governo faz chapéu alheio com pacote de bondades’, critica Aécio sobre arrecadação centralizada

Foco do discurso dos adversários, Aécio Neves (PSDB) não fez diferente e criticou duramente a política econômica do governo Dilma Rousseff (PT) em discurso nesta sexta-feira (6) na Câmara de Campo Grande. “A centralização da arrecadação leva o governo a fazer chapéu alheio com pacotes de bondades”, disparou. Obras do PAC e repasses financeiros não […]

Arquivo Publicado em 06/06/2014, às 14h48

None

Foco do discurso dos adversários, Aécio Neves (PSDB) não fez diferente e criticou duramente a política econômica do governo Dilma Rousseff (PT) em discurso nesta sexta-feira (6) na Câmara de Campo Grande. “A centralização da arrecadação leva o governo a fazer chapéu alheio com pacotes de bondades”, disparou.


Obras do PAC e repasses financeiros não seriam necessários se a arrecadação fosse mais ligada aos Estados. “A federação do Brasil acabou, apenas o poder central arrecada e uma visão federalista é irracional. Mas faço justiça. Não começou no governo do PT, mas se agravou no governo do PT”.


As isenções de impostos e parcelamentos de tributos devem ser feitos em cima de receitas do governo federal. “Sempre fazem isenção de tributos que não saem do bolso deles. Acho que é inconstitucional isenção de arrecadação fora do tributo federal”.


Outro ponto comentado foi a simplificação dos impostos. “As empresas no Brasil pagam R$ 45 bilhões só de tributos. Defendo uma desoneração horizontal da carga tributária, porque os impostos cresceram 15% enquanto a receita cresce 7%”.

Jornal Midiamax