Geral

Governo do Estado firma convênio para publicação da “Enciclopédia das Águas”

A Fundação de Cultura do governo do Estado e o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul firmam nesta sexta-feira (7), às 10 horas, no auditório da Governadoria, o convênio para a publicação da “Enciclopédia das Águas”, projeto que levanta dados sobre todos os rios do território sul-mato-grossense. Serão impressas mil unidades, cujo […]

Arquivo Publicado em 07/03/2014, às 12h13

None

A Fundação de Cultura do governo do Estado e o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul firmam nesta sexta-feira (7), às 10 horas, no auditório da Governadoria, o convênio para a publicação da “Enciclopédia das Águas”, projeto que levanta dados sobre todos os rios do território sul-mato-grossense.


Serão impressas mil unidades, cujo investimento total de R$ 190.786,00 é garantido pelo governo do Estado através da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. O livro, acompanhado de um DVD, será distribuído pela FCMS quando pronto para bibliotecas, estabelecimentos educacionais e culturais do Estado.


De acordo com o presidente do Instituto Histórico e Geográfico, professor Hildebrando Campestrini, a “Enciclopédia das Águas” é um trabalho inédito no País. Consiste no levantamento da história e da topografia de todos os rios o Estado, contemplando ainda aspectos turístico e culturais.


“É um trabalho monumental que contempla a geografia, a história e o turismo. Foram reelaboradas as 152 cartas topográficas de Mato Grosso do Sul. Para termos uma ideia da importância disso, vale lembrar que a mais recente data de 1976. Essa atualização garante a cada município a possibilidade de possuir seu próprio mapa hidrográfico. Além disso o contexto histórico dos rios, que é extremamente importante, foi analisado profundamente contemplando a formação da cultura sul-mato-grossense”, explica Campestrini.


Os investimentos do governo do Estado nas publicações do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul são contínuos. Entre eles está o apoio do fundo de Investimentos Culturais da Fundação de Cultura na publicação de 31 volumes da Série Memória Sul-Mato-Grossense nos últimos três anos. A coleção serve de referencial para estudantes e pesquisadores pois abrange diversas fases históricas de forma a induzir a uma melhor compreensão do desenvolvimento histórico-cultural do Estado.


Ainda segundo Hildebrando Campestrini a política de investimentos na literatura do governo do Estado é reconhecida nacionalmente. “Este governo vai ficar marcado por ser o governo do livro. Nunca se viu uma política pública valorizar tanto o livro como em Mato Grosso do Sul”, ressaltou.


“O governo reconhece a importância do trabalho de alto nível que o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul vem desenvolvendo junto à comunidade no que concerne à recuperação da nossa memória e ao fortalecimento da nossa identidade cultural sul-mato-grossense”, afirma Américo Calheiros, presidente da Fundação de Cultura.

Serviço:


O lançamento da “Enciclopédia das Águas” acontece nesta sexta-feira (7), às 10 horas, no auditório da Governadoria.

Jornal Midiamax