Geral

Gestão e proteção do Pantanal serão pautas de debate do Senado

A Comissão de  Meio Ambiente do Senado vai realiza um ciclo de debates em Brasília (DF), Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT) para discutir sobre a gestão e proteção do Pantanal. As datas ainda serão definidas. A proposta foi feita pelos senadores Delcídio do Amarala (PT-MS) e Blairo Maggi (PR-MT) “Vamos reunir autoridades federais,  estaduais […]

Arquivo Publicado em 12/02/2014, às 16h27

None

A Comissão de  Meio Ambiente do Senado vai realiza um ciclo de debates em Brasília (DF), Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT) para discutir sobre a gestão e proteção do Pantanal. As datas ainda serão definidas. A proposta foi feita pelos senadores Delcídio do Amarala (PT-MS) e Blairo Maggi (PR-MT)


“Vamos reunir autoridades federais,  estaduais e municipais, ambientalistas, representantes da  classe empresarial, entidades educacionais e diferentes segmentos da sociedade para debater alternativas que permitam gerir os recursos disponíveis naquele que é considerado um dos biomas mais importantes do planeta, com a preocupação primordial de preservá-lo”, explicou  Delcídio.


No requerimento apresentado à comissão, os dois parlamentares ressaltam que o Capítulo VI, artigo 225, § 4º da Constituição Brasileira reconhece o Pantanal como patrimônio nacional. “O maior desafio do Pantanal, portanto, é conciliar a crescente demanda de desenvolvimento econômico e social enquanto conserva a biodiversidade e provê serviços ecossistêmicos essenciais”, enfatizou o petista.


Para Delcídio, “tais desafios devem estar alinhados com o desenvolvimento de novos paradigmas econômicos, que requerem, além de conhecimento científico e novas tecnologias,  modelos de negócios inovadores para valorizar o capital natural e induzir mudanças culturais”.


De acordo com os parlamentares, para conciliar os diversos potenciais, interesses e usos consolidados do Pantanal é importante um marco regulatório que leve em consideração toda a sua diversidade ambiental e cultural.


“Desta forma será possível construir uma legislação que assegure a conservação do Pantanal, suas paisagens, biodiversidade e serviços ambientais, bem como a preservação da cultura regional e o desenvolvimento econômico e social do bioma a  longo prazo”, finalizaram Blairo e Delcídio.

Jornal Midiamax