Geral

Funcionários do Itaú pedem melhorias em protesto e relatam casos de assédio moral

Agências do Banco Itaú realizam nesta quarta-feira (16) um protesto em frente das agências que aderiram à manifestação, em Campo Grande e Dourados (MS). Os funcionários questionam uma série de problemas, como desvalorização dos funcionários, demissão sem motivo e até mesmo assédio moral. Na Capital, quatro agências paralisaram as atividades por hoje e pelo menos […]

Arquivo Publicado em 16/04/2014, às 13h08

None
1631427870.jpg

Agências do Banco Itaú realizam nesta quarta-feira (16) um protesto em frente das agências que aderiram à manifestação, em Campo Grande e Dourados (MS). Os funcionários questionam uma série de problemas, como desvalorização dos funcionários, demissão sem motivo e até mesmo assédio moral. Na Capital, quatro agências paralisaram as atividades por hoje e pelo menos uma em Dourados também aderiu ao protesto. No total, 12 sindicatos aderiram ao protesto no país.

Segundo Iaci Azamor, presidente do sindicato dos bancários de Campo Grande e região, os trabalhadores pedem melhoria nos planos de saúde, segurança dos funcionários e que sejam apurados os casos de assédio moral, inclusive alvos de denúncias no Ministério Público. “Existe já no MP denúncias a respeito de funcionárias que voltaram da licença maternidade e sofreram assédio moral”, conta. A presidente disse, ainda, que há também relatos de demissão sem motivo de funcionário com mais de 20 anos de trabalho na empresa, por exemplo.

Além disso, Iaci ressaltou que, dentre as empresas que aposentam bancários por problemas emocionais, o Itaú é o “campeão”. De acordo com a presidente, o funcionário é extremamente pressionado para atingir as metas, o que gera mais uma situação de assédio moral. “Queremos que isso acabe, queremos conversar e encontrar soluções”, finalizou.

Agências paralisadas

Em Campo Grande, as agências do Itaú, localizadas na Rua Barão do Rio Branco, na Avenida Afonso Pena, esquina com a Rua 13 de Maio e as duas agências da Rua Cândido Mariano não vão realizar atendimento hoje (16).

Jornal Midiamax