Geral

Funcionário encontra até escorpião e CTI da Santa Casa é fechado para dedetização

Um dos Centros de Terapia Intensiva (CTI), da Santa Casa de Campo Grande foi interditado por conta do surgimento de escorpião, de acordo o presidente da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG) que administra o hospital, Wilson Telensco. Ainda de acordo com Telensco, o procedimento de dedetização, é rotineiro e é feito tanto no lado […]

Arquivo Publicado em 06/02/2014, às 22h18

None

Um dos Centros de Terapia Intensiva (CTI), da Santa Casa de Campo Grande foi interditado por conta do surgimento de escorpião, de acordo o presidente da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG) que administra o hospital, Wilson Telensco.

Ainda de acordo com Telensco, o procedimento de dedetização, é rotineiro e é feito tanto no lado externo quanto interno do hospital. “Tem que bloquear [interditar], é um procedimento normal”, diz. Um funcionário foi quem achou um escorpião, e por isso o local teve de ser interditado.

Além da dedetização no local a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), está colocando hipoclorito nos ralos da Santa Casa para combater o surgimento de insetos e animais peçonhentos.

Uma empresa particular é quem faz a dedetização. Ainda de acordo com Telesnco, a previsão é a de que o CTI já seja liberado para a internação de pacientes, já nesta sexta-feira (7).

Jornal Midiamax