Geral

Fred não sente mais dores e deve voltar a treinar no Flu nesta terça

O atacante Fred, que teve um edema diagnosticado sexta-feira passada após o treino do Fluminense, não sente mais dores e deve voltar normalmente às atividades nesta terça-feira, data marcada para a reapresentação do elenco tricolor após a vitória por 3 a 0 no clássico contra o Flamengo. De acordo com uma fonte ligada ao departamento […]

Arquivo Publicado em 10/02/2014, às 13h31

None

O atacante Fred, que teve um edema diagnosticado sexta-feira passada após o treino do Fluminense, não sente mais dores e deve voltar normalmente às atividades nesta terça-feira, data marcada para a reapresentação do elenco tricolor após a vitória por 3 a 0 no clássico contra o Flamengo.

De acordo com uma fonte ligada ao departamento de futebol do Fluminense, a nova lesão de Fred foi bem pequena e está longe de inspirar grande preocupação. Entretanto, como o atacante tem um histórico de muitas contusões, todos os cuidados necessários para uma boa recuperação serão tomados.

Durante o dia de hoje, por precaução, o médico da Seleção Brasileira, José Luiz Runco, deve examinar o jogador para saber se ele está apto a ser convocado por Felipão na terça, para o amistoso da Seleção contra a África do Sul, no próximo dia 5 de março.

“Devo ter novidades sobre o Fred amanhã (hoje). Ainda não está nada definido, mas pode ser que venha a examiná-lo”, disse José Luiz Runco. A tendência, ainda conforme apuração junto a uma pessoa do departamento de futebol do Flu, é de que o camisa 9 tricolor seja mesmo convocado para representar o país na África. De toda forma, o coordenador técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, tratou de tranquilizar Fred para a recuperação. Afinal, a comissão técnica já conhece o potencial dele e espera que, na pior das hipóteses, esteja jogando novamente no fim do mês que vem.

O início de ano de Fred preocupa bastante a torcida tricolor. Além de não fazer gols, o desempenho do atacante em campo tem sido aquém do satisfatório. Entretanto, o medo de perdê-lo por mais tempo do que os dez dias inicialmente programados pelo Flu parece não ser mais do que uma grande ilusão.

Jornal Midiamax