Geral

Forças de segurança de MS vão trabalhar juntas durante eleição

A (Sejusp) Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública elaborou um planejamento integrado entre as polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) e agências de Inteligência para realizar policiamento durante as eleições. Segundo nota divulgada pela Sejusp nesta quinta-feira (2)...

Arquivo Publicado em 03/10/2014, às 19h29

None

A (Sejusp) Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública elaborou um planejamento integrado entre as polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) e agências de Inteligência para realizar policiamento durante as eleições.


Segundo nota divulgada pela Sejusp nesta quinta-feira (2), os representantes de cada instituição se reuniram para consolidar o plano.  Em Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ponta Porã, Naviraí e Três Lagoas, a Polícia Civil vai atuar de forma suplementar a Polícia Federal.


Nos 74 municípios onde não há unidades da Polícia Federal, a Polícia Civil vai atuar como polícia judiciária eleitoral. A Polícia Militar vai realizar o policiamento ostensivo e preventivo em todas as cidades.


O Corpo de Bombeiros manterá um oficial em contato direto com os juízes eleitorais para garantir atendimento prioritário a possíveis anormalidades nas zonas de votação. No domingo, será montada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) uma estrutura com viaturas de prontidão para atendimento, prevenção, combate a incêndios, busca, salvamento e socorro público.


O DOF (Departamento de Operações de Fronteira ), também integra o planejamento, reforçando o policiamento em 33 municípios do Interior.

Jornal Midiamax