Geral

Foragido, ex-namorado que matou acadêmica de direito continua comentando post no Facebook

Após confessar no Facebook, ter assassinado ex-namorada Jociely Pinheiro, 22 anos, Roberto Dantas da Rocha continuou postando comentários na postagem feita na rede social. Por volta das 14h10 desta quinta-feira (13), ele comentou “Nem eu perdoaria” na postagem feita por ele. Em uma postagem anterior, ele diz que irá se entregar e conta que encontrou […]

Arquivo Publicado em 13/02/2014, às 16h37

None
2052695729.jpg

Após confessar no Facebook, ter assassinado ex-namorada Jociely Pinheiro, 22 anos, Roberto Dantas da Rocha continuou postando comentários na postagem feita na rede social. Por volta das 14h10 desta quinta-feira (13), ele comentou “Nem eu perdoaria” na postagem feita por ele. Em uma postagem anterior, ele diz que irá se entregar e conta que encontrou a ex-namorada com o atual namorado dela, e diz que por isso, ‘não resistiu è emoção’.


 “Vocês podem falar o que qserem…já fiz a burrada e sei que sou culpado…mas ame uma pessoa ao extremo e ela te diz que não esta com ni guem… ai vc chega cheio de carinho… e escuta o ruído de outra peessoa na cama com a tal… me julgar pode… agora se ponha em meu lugar… eu vou me entregar e se qserem fazer o q qser comigo… tudo bem…valeu… não sou um montro… so não resisti a emoção…eu perguntei a varias pessoas em torno dela se estava com alguém…ninguem respondeu…interpretei como quis” (sic)


Na manhã desta quinta Roberto deixou uma confissão no perfil de seu Facebook dizendo que lamentava por ter matado a jovem. A postagem foi comentada por amigos que reprovaram e até mesmo duvidaram da ação cometida.


Crime – O crime aconteceu em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande. Roberto invadiu o apartamento de Jociely e a esfaqueou no pescoço. A jovem gritou por ajuda para seu namorado, Luciano Gomes da Silva, que estava em outro quarto.


De acordo com o site Rádio Caçula Roberto trabalhava como vigia na Câmara Municipal de Naviraí. A polícia faz buscas por Três Lagoas, e a Polícia Civil de Naviraí também procura o autor.

Jornal Midiamax