Geral

Festival América do Sul começa nesta noite com show de Erasmo Carlos

Começa na noite de hoje, 30 de abril, a décima primeira edição do Festival América do Sul em Corumbá, que até 04 de maio, vai reunir representantes do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela numa celebração da cultura e integração de todos esses povos. Durante cinco dias, Corumbá vai ser […]

Arquivo Publicado em 30/04/2014, às 23h55

None

Começa na noite de hoje, 30 de abril, a décima primeira edição do Festival América do Sul em Corumbá, que até 04 de maio, vai reunir representantes do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela numa celebração da cultura e integração de todos esses povos.

Durante cinco dias, Corumbá vai ser o palco de grandes shows musicais, apresentações de danças, teatro, exposições de artes plásticas, mostras de cinema, literatura e artesanato desses países. A avenida General Rondon, concentra a maior parte da estrutura do Festival com o Palco das Américas e o Palco Brasil. Nela ainda estão instalados o Pavilhão das Artes

Sul-Americanas, a Sala dos Países e os espaços dos Homenageados e dos patrocinadores.

A mostra de artesanato acontecerá diariamente na Feira dos Países, na praça Generoso Ponce. Exposições de artes plásticas, fotografia, cinema e oficinas no Centro de Convenções do Pantanal; apresentações de artes cênicas com teatro, dança e circo pelas ruas de Corumbá e shows de artistas locais, nacionais e internacionais no Palco das Américas.

O Palco Pantanal vai receber as apresentações de dança e teatro de rua, já as mostras de cinema e as exposições de arte e palestras acontecem no Sesc Corumbá (Centro de Convenções). O Moinho Cultural Sul-Americano vai receber o Quebra-Torto com Letras, misturando a literatura e a culinária pantaneira, além de oficinas e palestras.

A abertura oficial do 11º Festival América do Sul a partir das 19 horas, na praça Generoso Ponce, contará com a presença do governador André Puccinelli, entrega de homenagens e uma queima de fogos, seguida do show de Karina Marques, do grupo boliviano Los Masis e do cantor Erasmo Carlos.

No dia 1º de maio, tem Fundo de Quintal. Paulinho da Viola se apresenta no dia 02; Maria Gadú, em 03 de maio e o encerramento, no dia 04, será com show do Afroreggae. Nas últimas dez edições – entre 2004 e 2013 – o Festival América do Sul recebeu cerca de 900 mil espectadores. A programação completa pode ser conferida no site www.festivalamericadosul.com.br.

O Festival América do Sul é uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Instituto Moinho cultural e Prefeitura Municipal de Corumbá com curadoria compartilhada do Instituto Cervantes de São Paulo. O Festival ainda tem o patrocínio da Vale, Sebrae, Andorinha, Banco do Brasil, Petrobras, governo federal e do Sesc.

Nossa Senhora de Copacabana

As festividades em louvor a Nossa Senhora de Copacabana, santa de origem e forte devoção na Bolívia, serão representadas durante a abertura da 11ª edição do Festival América do Sul (FAS), em Corumbá. Os festejos em torno da Santa acontecem no dia 06 de agosto, mesma data de comemoração da Independência da Bolívia, entretanto para mostrar aos visitantes trazidos pelo FAS como é o jeito fronteiriço de louvar a santa católica, será realizada às 17 horas de hoje, dia 30, uma missa na Catedral de Nossa Senhora da Candelária.

A celebração religiosa será conduzida pelos padres Fábio Vieira e Jacinto Vaca nas línguas portuguesa e espanhola. Após a missa, os devotos e suas fantasias coloridas seguem dançando a “morenada” e o “caporales” pelas ruas da cidade até atingirem o circuito do Festival em horário próximo ao da abertura do evento.

Jornal Midiamax