Geral

Família de jovem espancada pelo namorado prepara manifestação em Campo Grande

Os familiares de Giovanna Nantes Tresse de Oliveira de 19 anos, espancada supostamente por seu namorado, na virada do ano, preparam uma manifestação pedindo justiça. O primo da jovem, Alan Andrade, esta convocando os amigos através do facebook para participarem, nesta terça-feira (7) às 10h.  Eles vão se reunir em frente da prefeitura e caminhar […]

Arquivo Publicado em 06/01/2014, às 11h45

None
2068588783.jpg

Os familiares de Giovanna Nantes Tresse de Oliveira de 19 anos, espancada supostamente por seu namorado, na virada do ano, preparam uma manifestação pedindo justiça. O primo da jovem, Alan Andrade, esta convocando os amigos através do facebook para participarem, nesta terça-feira (7) às 10h.  Eles vão se reunir em frente da prefeitura e caminhar na Avenida Afonso Pena.

“Nós queremos que esse crime não fique impune, e que a Lei Maria da Penha se cumpra. Nós estamos pedindo justiça”, afirma o primo.

Segundo ele, no dia da agressão ele não estava na cidade, e só ficou sabendo do espancamento dois dias depois. “Assim que fiquei sabendo coloquei no facebook, uma injustiça dessas não pode ficar impune”.

O primo ainda afirma que o namorado sempre teve uma personalidade “bipolar e doentia”, mas que a família nunca acreditou que ele pudesse chegar a agredir Giovanna. “Eu nunca imaginei que ele pudesse fazer uma coisa dessas”, fala.

Cirurgia

Nesta segunda-feira, Giovanna está passando por um procedimento de cirurgia na face, para a colocação de pinos no maxilar, que foi fraturado durante a agressão.  Quando foi socorrida, na noite do espancamento, ela estava com suspeita de traumatismo craniano.

Ameaças

Após divulgação de fotos de Giovanna pelas redes sociais e posteriormente pela mídia, a família da jovem vem sendo supostamente ameaçada pelo namorado e seu pai. “Os dois vêm ameaçando de processar a gente por contar a verdade. Na versão deles, a Giovanna caiu do colo do namorado duas vezes. Mas quem cai e quebra o maxilar em quatro partes e fica inconsciente?”, criticou a tia.

De acordo com os familiares, o casal estava junto a cerca de um ano e que os ciúmes do namorado em relação a Giovanna e seu primo teriam causado a briga que motivou as agressões.

Um boletim de ocorrência foi registrado e o rapaz foi intimado a depor, mas ainda está em liberdade. A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) está investigando o caso.

Jornal Midiamax