Geral

Fagulha de fogão a lenha provoca incêndio em casa de idoso de 59 anos

A fagulha de um fogão a lenha foi a responsável por um incêndio em uma casa de madeira no Bairro Santa Carmélia, região oeste de Campo Grande, na manhã desta terça-feira (12). O morador, um idoso de 59 anos, chegou a ser resgatado pelo vizinho que percebeu a fumaça que saía do imóvel. O aposentado, […]

Arquivo Publicado em 12/08/2014, às 13h02

None
1313026143.jpg

A fagulha de um fogão a lenha foi a responsável por um incêndio em uma casa de madeira no Bairro Santa Carmélia, região oeste de Campo Grande, na manhã desta terça-feira (12). O morador, um idoso de 59 anos, chegou a ser resgatado pelo vizinho que percebeu a fumaça que saía do imóvel.


O aposentado, Valdir Dias de Oliveira, disse que tinha acabado de fazer o almoço e foi se deitar um pouco. “Acredito que uma fagulha tenha caído no papelão e daí começou o fogo”, fala o idoso, que lembrou que foi acordado pelo vizinho, pois não tinha percebido que a casa estava em chamas.


Uma das quatro peças do imóvel em que mora ficou totalmente destruída. Enquanto um dos moradores ligava para o Corpo de Bombeiros, o idoso de 59 anos e o vizinho, que o ajudou, estavam apagando as chamas com mangueira e baldes.


Quando a equipe dos militares chegou ao local, o fogo já havia sido apagado. Apesar de os moradores contarem que Valdir tinha inalado fumaça, ele se negou a ir a uma unidade de socorro. “Estou bem”, afirma.


De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros, Marçola, o local não precisa de rescaldo. “Quando chegamos já não tinha fogo e nem fumaça, com isso não há risco das chamas voltarem, mas o cômodo ficou totalmente destruído, além dos eletrodomésticos. Vamos fazer uma avaliação para saber se o imóvel sofreu algum dano em sua estrutura,mas caso sim, a orientação é que o idoso saia da casa”, explica.


Um prima e vizinha de Valdir, Claudete Nogueira, de 70 anos, disse que não viu o fogo. “Fiquei sabendo só depois, mas graças a Deus que ele está bem”, comemora a aposentada que contou que vai ajudar o parente.

Texto editado às 07h43 de 13/08/14

Jornal Midiamax