Geral

Facebook promete modificar regra que obriga uso de nome real

O Facebook pediu desculpas, nesta quarta-feira (1º), por ter obrigado os usuários a utilizarem seus nomes reais na página e afirmou que vai rever essa política. O tema causou polêmica nas últimas semanas, já que muitos membros da comunidade LGBT utilizam seus nomes sociais na web – que nem sempre são os mesmos de nascimento. […]

Arquivo Publicado em 02/10/2014, às 16h00

None

O Facebook pediu desculpas, nesta quarta-feira (1º), por ter obrigado os usuários a utilizarem seus nomes reais na página e afirmou que vai rever essa política.


O tema causou polêmica nas últimas semanas, já que muitos membros da comunidade LGBT utilizam seus nomes sociais na web – que nem sempre são os mesmos de nascimento.


Recentemente, a rede começou a excluir perfis ou notificar pessoas com nomes “diferentes”. Com isso, deixou três opções para esse público: comprovar a identidade, transformar a página em uma fanpage ou, simplesmente, sair da rede.


Christopher Cox, chefe de produtos do Facebook, afirmou que a companhia vai corrigir a forma como a questão é abordada nos seus termos de uso da página, mas não especificou quais seriam as mudanças.


O comunicado veio após alguns representantes da rede social terem se encontrado com membros do movimento LGBT em San Francisco, Califórnia (EUA), na última terça-feira (30), segundo o “Mashable”.


“Tivemos uma reunião muito produtiva com o Facebook, em que eles pediram desculpas pela forma como essa situação tem sido tratada. Eles se comprometeram em fazer mudanças em sua política de nomes reais”, afirmou em nota a organização Transgender Law Center, que luta pelos direitos da comunidade transgênero nos EUA.

Jornal Midiamax