Geral

Exposição em Brasília conta a história da saúde no País

A exposição À sua Saúde, em cartaz no Museu Nacional, em Brasília, conta a história da saúde no Brasil por meio de pinturas, esculturas, instalações, vídeos e propagandas de medicamentos. Dividida em dois núcleos – o histórico e o contemporâneo -, a mostra traz obras de artistas como Adriana Varejão e Arthur Bispo do Rosário. […]

Arquivo Publicado em 23/02/2014, às 23h08

None

A exposição À sua Saúde, em cartaz no Museu Nacional, em Brasília, conta a história da saúde no Brasil por meio de pinturas, esculturas, instalações, vídeos e propagandas de medicamentos. Dividida em dois núcleos – o histórico e o contemporâneo -, a mostra traz obras de artistas como Adriana Varejão e Arthur Bispo do Rosário. A exposição aborda temas da saúde pública e da regulação sanitária como remédios, alimentos, fitoterápicos, fronteiras aquáticas, aéreas e cosméticos.

A saúde desperta especial interesse num país que ocupa o sexto lugar no ranking mundial de consumo de medicamentos e deverá chegar à quarta posição em 2016, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que patrocina a mostra. O diretor-presidente da agência, Dirceu Barbano, disse que a exposição é “rara oportunidade de mostrar à sociedade o importante papel da regulação no desenvolvimento econômico e social do país, aliando elementos lúdicos e também educativos”.

Para a coordenadora-geral do projeto, Daiana Castilho Dias, a exposição nasceu do interesse em criar um percurso mais simples entre a pesquisa científica na área da saúde e a população. “E a arte faz esta ponte com muita naturalidade”.

O núcleo histórico está dividido em três eixos: cura xamânica, cura tradicional e cura pela fé. Na entrada da parte histórica, chama atenção a representação da primeira botica (farmácia) do Brasil, montada em tamanho natural, a partir da aquarela do pintor francês Jean-Baptiste Debret, da década de 1820. Entre os objetos, uma maleta com uma farmácia portátil que os médicos do século XIX usavam para preparar medicamentos.

A cura xamânica traz uma instalação interativa em que sacos de chás pendurados podem ser tocados e é possível saber mais sobre as ervas e suas propriedades. A cura pela fé, na sala dos milagres, há os oratórios do videoartista Eder Santos.

Jornal Midiamax